terça-feira, 27 de maio de 2014

SERVE CHITÃOZINHO E XORORÓ? >> Clara Braga

Técnicas para evitar sequestro relâmpago é o que não falta na internet e nos jornais. Entre e saia rápido do carro. Evite andar sozinho. Dê uma volta com o carro antes de estacionar e observe se não tem ninguém suspeito por perto. Caso tenha alguém te esperando, avise que está chegando, para todo mundo ficar de olho. Procure estacionar em locais iluminados. Enfim, por último, caso esses atos não evitem uma abordagem, não reaja!

Porém, tem uma nova técnica que as pessoas não estavam comentando até pouco tempo. Aparentemente, uma mulher se livrou de um sequestro relâmpago cantando música sertaneja para o sequestrador! Sim, ela cantou para acalmar o rapaz que parecia estar drogado e oscilava frequentemente o humor.

Seria cômico se não fosse trágico. Mas admirei a frieza da mulher, no lugar dela eu não conseguiria nem pensar, imagine cantar. Só me pergunto se serviria outro estilo musical, não conheço nada de sertanejo. Já pensou eu começando a cantar um rock'n'roll e irritar mais ainda o cara?

Piadas à parte, a mulher disse que pensou em criar um vínculo com o sequestrador para que de alguma forma ele não pensasse que ela poderia fazer algo de ruim para ele. Achei interessante, nessas horas de pânico a gente nunca pensa em criar vínculos, mas sim em se livrar deles. Mais uma vez, admirei muito a frieza e a forma racional como essa mulher se comportou. Com certeza mil coisas passaram pela sua cabeça, ainda assim ela conseguiu manter a calma e, até certo ponto, controlou a situação.

É complicado pensar que nos dias de hoje existam pessoas que de fato não têm nada a perder e podem tirar a vida de outra pelo simples fato de estarem com vontade. E a segurança não tem ajudado muito, então o jeito é mesmo se prevenir de todas as maneiras possíveis. Por via das dúvidas, já estou baixando umas músicas sertanejas e vou começar a decorar as letras agora mesmo.


Partilhar

Um comentário:

Anônimo disse...

Que forma de se livrar de uma posterior lamúria: cantando.. aprazível tal fora cognitiva desta mulher..
Todavia, se cantar não desse resultdo favorável, ela iri mesmo era dançar....
(kanokosou)