quinta-feira, 22 de setembro de 2011

OS INESQUECÍVEIS 27 >> Fernanda Pinho




Domingo faço 28 anos. Se der tudo certo nos próximos três dias, não terei sucumbido ao Clube dos 27. O que é absolutamente normal, já que eu não uso drogas nem sou uma estrela da música mundial. O que não é normal é a raça com que essa idade, meus 27 anos, se instalou na minha vida. Nunca vi tanta disposição para ser uma idade inesquecível. O que você pretendia? Que eu passasse minha vida toda lembrando "ah, isso aconteceu quando eu tinha 27?". Talvez você tenha conseguido. Talvez. Não posso garantir que as emoções dos próximos anos não venham a te ofuscar, meus 27 anos. Mas comparando aos seus antecessores, você se sobressaiu, reconheço.

Se sobressaiu porque me fez lidar com a perda, de modo que eu nunca havia lidado antes. Ainda não estou preparada para fazer o discurso de "foi um grande momento de crescimento pessoal e blablablá". Aliás, não sei se estarei preparada para assumir isso um dia. A verdade é que ninguém gosta de sofrer - ops, quase ninguém! Retrato-me com os masoquistas, antes de ser acusada de discriminação. Lindo seria se nós pudéssemos passar por momentos de crescimento pessoal e blablablá apenas com acontecimentos felizes. Mas a vida não é assim, a morte é nossa única certeza e não podemos evitar que as pessoas que amamos se vão. Se não serviu para eu crescer como pessoa e blablablá, pelo menos me fez perceber o quanto eu posso ser forte e ser força.

A força, aliás, é uma palavra que bem define o que o último ano significou para mim. Eu precisei de força em muitos momentos e me sinto orgulhosa de verdade de tê-la encontrado em algum lugar dentro de mim e dentro dos outros. Seja para superar perdas verdadeiras, seja para superar chateações (que, na época, eu julguei como "problemas" e hoje eu vejo que não eram nada), seja para me posicionar.

Nunca precisei me posicionar com tanta veemência. Assumir minhas ideias, minhas convicções, tomar partido, bancar minhas opiniões, bater o pé e suportar as consequências. Entre amigos, em família e, principalmente, no trabalho. Depois de seis anos formada estou, pela primeira vez, dando o sangue pelo jornalismo. E muito satisfeita por isso.

Sabe, com tudo o que eu passei esse ano, é bom que eu tenha chegado até aqui podendo dizer, sinceramente, que eu me sinto satisfeita. Pode ser que isso signifique que, no fim das contas, foi mesmo um ano de crescimento pessoal e blablablá.

E para fechar com chave de ouro este ciclo, um acontecimento especial no meu último dia com 27 anos.

O primeiro evento de lançamento do livro "ACABA NÃO, MUNDO" que, por um acaso (ou não), acontecerá na minha cidade.

Parabéns pra mim, pelo aniversário. E parabéns aos colegas de blog, pelo livro.

 Imagem: www.sxc.hu
_ _ _

SERVIÇO:
Evento: Lançamento do livro ACABA NÃO, MUNDO.
Local: Livraria Café com Letras,
           Rua Antônio de Albuquerque, 781, Savassi, Belo Horizonte.
Data: 24 de setembro, sábado
Horário: 11-13h.


Partilhar

5 comentários:

Laís Bastos da Silva disse...

Essa foi ótima e de apertar o coração hein? só posso desejar que 28 seja ainda melhor, farei o possivel para marcar seu janeiro, pelo menos...rs Beijo e sucesso com o lançamento do livro!

..DONA DAS BATATAS.. disse...

Os 28 anos serão ainda melhores: pela primeira vez em toda a sua vida vou entregar seus presentes pessoalmente - mesmo que com um pequeno delay, mas podemos compensar isso com outro bolo de aniversário em SP - olha que ótimo sinal! Estou contando os dias. Você merece tudo de lindo na vida e muitas páginas para sua futura autobiografia. Amo!

Anônimo disse...

Parabéns amiga, pelo seu aniversário e por ser essa pessoa tão incrível. Nunca se esqueça que tudo o que passamos na vida tanto as coisas boas quanto as não boas são somente para nosso crescimento, como diz o ditado, Deus nunca nos dá uma cruz maior do que nós aguentamos, e é verdade!! Conte comigo sempre, e sábado com certeza estarei lá com vc. Bjo grande

Loreyne

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Fernanda, tem sido muito bom fazer parte desses seus 27. Então 28 e avante!

fernanda disse...

Obrigada, gente! =)