terça-feira, 20 de setembro de 2011

LIÇÕES DE CACHORRO >> Clara Braga

Para quem tem o costume de me ler aqui às terças-feiras, já notou que eu tenho certa adoração por tudo que se trata de cachorros. Seja filme, música, foto, vídeo, enfim, tudo que está relacionado a cachorros mexe um pouco comigo.

A última de cachorros que eu vi foi um e-mail. Um e-mail lindo, mas sem ser apelativo como muitos dos filmes que já me fizeram chorar.

O e-mail tinha uma foto lindíssima de um cachorro e a seguinte frase: “Se um cachorro fosse professor, você aprenderia coisas assim...”

Antes de continuar a ler, eu mesma parei para pensar nas coisas que meu cachorro me ensinou quando vivo, e aqui faço um convite a todos os leitores para que parem e pensem no que vocês acham que a gente poderia aprender com cachorros...

Para quem não gosta muito de cachorros, com certeza não há muitas coisas boas das quais a gente pode tirar proveito, afinal, cachorros fazem xixi no tapete da sala, furam nossas meias, ocupam nosso lugar na cama quando estamos dormindo e nos exigem muito tempo, pois são muito dependentes.

Já para quem é apaixonado por cachorros, com certeza uma das primeiras lições que vem na cabeça é a da fidelidade. De fato essa é uma lição que nós estamos precisando aprender ultimamente, mas me surpreendi com a quantidade de outras coisas interessantes que deveríamos aprender.

Aqui vão algumas dessas lições que todos deveríamos guardar para termos uma vida melhor: “quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro”; “mostre aos outros que estão invadindo seu território”; “corra, pule e brinque todos os dias”; “tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem”; “não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado... volte e faça as pazes novamente”; “nunca pretenda ser o que você não é”. E a que eu considero a melhor de todas: “quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por perto e mostre que você está ali para confortar”.

Sei que parece bobo, e algumas pessoas devem estar achando que eu surtei querendo aprender com os cachorros, mas para mim eles ainda parecem muito mais racionais e inteligentes do que muito ser humano por aí.

Partilhar

4 comentários:

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Quase me convenceu, Clara. Mas quando lembro dos pêlos, começo logo a espirrar. :)

Marilza disse...

Clara, eu a entendo perfeitamente. Sou apaixonada por eles!

Marisa Nascimento disse...

Clara, adorei seu texto!
Se me permite, gostaria de acrescentar mais um aprendizado, entre tantos: "quando estiver nervoso, rosne antes de morder".

Bjs

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Ora, ora... a escritora Marisa "mostrando os dentes". Assim vou acabar gostando de cachorro. :)