terça-feira, 15 de março de 2011

SERÁ? >> Clara Braga

Recentemente, uma das minhas bandas prediletas veio fazer show aqui em Brasília. Parece que Brasília está finalmente entrando na rota das atrações internacionais. Como uma boa fã, fiz aquilo que considero bem brega, mas que quando se trata de banda predileta está valendo: coloquei a camiseta da banda e fui ao show na parte mais próxima ao palco.

Não me perguntem por que acho brega usar blusa de banda, não sei explicar, mas acredito que seja porque me lembra a minha adolescência, que era quando eu usava muita blusa de banda, e sinto que essa época pra mim já passou, não combina mais, se é que vocês me entendem...

Chegada a hora do show, lá fui eu. E não sei por que, mas como eu tenho 22 anos e curto muito a banda e a vocalista da banda é da mesma idade, eu tive a impressão de que as pessoas que estariam no show teriam essa faixa etária também. Quando cheguei lá... SURPRESA! O último show que eu fui em que as pessoas tinham a idade das que estavam nesse e usavam faixas brilhantes na cabeça e berravam até deixar alguém surdo foi o de Sandy e Jr. Eu estar com a camiseta da banda não era nada brega perto das meninas que já choravam antes mesmo do show começar. Eu confesso que estava quase chorando também, mas era porque a banda de abertura era muito ruim.

Não posso dizer que eu era a pessoa mais velha de lá, pois os frequentadores em massa não tinham idade para estarem lá sozinhos, então os mais velhos eram os pais que estavam escorados nas grades, observando os filhos terem ataques histéricos de longe, com uma cerveja na mão e pensando: “o que fiz para merecer um filho com esse corte de cabelo?”. Para explicar melhor a parte do corte de cabelo, só quando eu cheguei ao show é que fui me tocar de que eu curtia uma banda que agradava aos emos.

Era só o que me faltava mesmo. Será que bem lá no fundo, em algum lugar escondido, eu tenho alguma coisa de emo?! Ai, meu Deus! Definitivamente eu não estaria nem de longe preparada para assumir algo desse tipo, e é por isso mesmo que não vou contar aqui qual era a banda que estava tocando (apesar de não ser difícil descobrir), mas digo uma coisa, gostar dessas bandas tem suas vantagens, todos no show eram mais baixos que eu (que já sou baixinha), foi a primeira vez em muito tempo que eu consegui enxergar o palco inteiro.

Partilhar

Nenhum comentário: