Pular para o conteúdo principal

TABULEIROS >> Whisner Fraga

os pixels esbarram em um hacker,

a televisão ainda pulsa uma certa dúvida, 

a menina abandona o controle e afia a curiosidade,

corre ao computador e vasculha desconfianças,

vai ao celular,

tudo é tela e silício,

existe hacker do bem?,

como sabemos se fomos invadidos?,

a menina se inquieta,

é hora de abrandar diodos,

de domar matrizes:

preciso de uma escada:

vou ao guarda-roupas, lá em cima,

descubro o tabuleiro, os dados, as peças,

desço e já a menina me observa,

eu a chamo para vir comigo,

enquanto brincamos, explico hackers,

sobre o bem e o mal,

quase em silêncio,

a não ser pelo repicar dos números sobre o piso.

Comentários

Zoraya Cesar disse…
A imperdível Menina, o imperdível Whisner. Estou divagando aqui em como deve ter sido esse silêncio durante a batalha do Bem e do Mal ao som do repicar dos números.