terça-feira, 27 de outubro de 2015

OBRIGADA! >> Clara Braga

Vivemos na sociedade do:

"Não tenho problema nenhum com gays, desde que estejam longe de mim."

"Adoro fulaninho, ele nem parece gay!"

"Sou contra violência contra a mulher, mas usando essas roupas que elas usam hoje em dia, estão pedindo, né?"

"Não tenho problema com gays, trato como se fossem normais."

"Besteira no trânsito? Quer apostar quanto que é mulher?"

"Com certeza foi aquele negro que pegou!"

"Falar de violência contra a mulher é como falar de racismo contra o branco!"

"Respeito todas as religiões, mas isso aí não é religião, é macumba!"

"Não acredito que até hoje existam negros na televisão!"

"Sai daí, seu macaco!"

"Professora, tira fulaninha da minha frente, não vejo o quadro por causa do cabelo de vassoura dela. Tem que fazer escova!"

"Meu filho não vai estudar cultura africana, é contra nossa religião!"

Não sei se a ignorância das pessoas está piorando ou eu que estou mais atenta a certas situações, só sei que discursos preconceituosos mascarados de "discursos bonitos" me preocupam mais do que preconceito escancarado. Temos muito para caminhar e muito para debater até quebrar certos conceitos. Obrigada ENEM por ter contribuído com essa caminhada.


Partilhar

Um comentário:

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Talvez não esteja piorando, apenas vindo à tona, Clara. O que é fundamental para a verdadeira mudança.