terça-feira, 22 de maio de 2012

CAROS PORTADORES DE CNH... >> Clara Braga

Dirigir é bom demais, não é verdade?

Me lembro bem da sensação boa que tive quando tirei minha carteira. Você se sente uma pessoa mais livre, não depende mais dos pais para te levarem nas festinhas, não fica em casa sem poder encontrar os amigos só porque seus pais já tinham programa e não vão poder te levar, e esses tipos de coisa.

Mas o tempo vai passando, a novidade passa a não ser tão nova assim, você começa a perceber que colocar gasolina no carro custa muito caro e que o trânsito das 18h é um inferno.

Ultimamente tenho percebido que com o passar do tempo as pessoas vão esquecendo também de serem cautelosas e esquecem das aulas de trânsito que tiveram, tanto práticas quanto teóricas. Parece que depois que o medo de ser reprovado na prova do Detran passa, as pessoas esquecem também uma coisa essencial chamada SETA!

Caros motoristas, por que é tão difícil dar seta?

Seta, para aqueles que não lembram ou que nunca souberam, é aquela alavanca que fica do lado esquerdo do volante, se você coloca a alavanca para cima significa que você vai virar para a direita, se você coloca para baixo significa que você vai virar para a esquerda, e assim todas as pessoas que estão no trânsito com você ficam sabendo para onde você vai e podem saber se devem parar para você passar ou se podem continuar seus caminhos sem risco de colisão.

Uma vez que você não dá a seta o risco de colisão é alto e, pode acreditar, a dor de cabeça que você vai ter para concertar o carro é muito maior do que a microforça que você precisa fazer para abaixar ou levantar a alavanca.

E para aqueles que por acaso ainda não sabem do que eu estou falando, eu estou falando daquela alavanca que quando vocês mexem nela um ícone começa a piscar no painel, e esse ícone, pasmem, tem o formato de uma seta e não é mera coincidência.

Então, caros motoristas, pensem bem nisso sempre que estiverem dirigindo um carro, seja ele seu ou não, pois a tecnologia pode ter avançado bastante, mas ainda não se chegou ao ponto de desenvolverem bolas de cristal para que os outros motoristas possam descobrir qual caminho você vai seguir.

Obrigada!

Partilhar

2 comentários:

Vicente Lima disse...

Boa sua crônica, Clara; a seta é importante não só aos motoristas, como para pedestres, que atravessam a rua, passam na faixa, etc. Não tiro deles, porém, a obrigação de sinalizar quando vão fazer essas travessias.
Parabéns!

Marilza disse...

Realmente lamentável a falta de seta. Acho que se as montadoras abolissem de vez esse ítem tão superflúo pra maioria dos motoristas, eles teriam um lucro estrondoso.
É um absurdo vc ter que adivinhar o que o carro à sua frente fará.