terça-feira, 19 de julho de 2011

EU QUASE NÃO VOU >> Clara Braga

Eu, assim como boa parte da população, tenho um costume que considero péssimo, mas todas as pessoas que partilham desse mesmo costume comigo sabem que é muito, muito difícil se livrar dele. Falo isso sem orgulho algum, mas infelizmente tenho costume de deixar tudo para a última hora.

Às vezes, deixar algumas coisas para a última hora não é assim tão ruim, mas, na grande maioria das vezes, a gente sabe que perde algumas oportunidades importantes.

Logo que anunciaram que o próximo Rock in Rio seria de fato no Rio de Janeiro, eu e alguns amigos combinamos de ir. Nós começamos a combinar antes mesmo de serem anunciadas as atrações. E então começamos a olhar preço de ingresso, procurar local para ficar, preço de passagem... Os que trabalham já marcaram férias para a data, os que não trabalham, como infelizmente é o meu caso, começaram a fazer o pé-de-meia, e assim por diante.

A situação parecia estar se desenrolando com uma organização fora do padrão para mim, o que era ótimo. A única coisa sobre a qual não conseguíamos chegar a um acordo era quantos e quais dias nós iríamos. Eu queria aquele dia, mas não gostava de nada do outro dia, já o outro gostava de todas as bandas do outro dia e de nenhuma daquele. E assim foi... discutimos tanto os dias que iríamos e os que não iríamos que a venda dos ingressos começou, esgotou e nós ainda estávamos decidindo.

Mesmo com um recado enorme na página principal do site do Rock in Rio dizendo: Obrigado a todos, ingressos esgotados em 4 dias, eu não acreditava, dizia a todo mundo que tinha acabado o primeiro lote, mas que ainda dava tempo de ir. Primeiro lote nada, acabou tudo e eu não vou, essa é a verdade.

Depois que me recuperei do choque da notícia, comecei a ver que haveria outros festivais também. Não iria ao Rock in Rio, mas poderia ir ao SWU, por exemplo, era só me organizar com mais antecedência.

E só depois de eu ter gastado todo o dinheiro do meu pé-de-meia, abre um dia extra para o Rock in Rio. Um amigo me liga de manhã com a notícia e, como se não bastasse ter Stevie Wonder como atração principal do palco Mundo, a atração principal do palco Sunset é ninguém mais ninguém menos do que a minha cantora predileta, Joss Stone.

Não teve erro, todos compramos os ingressos e em setembro estaremos no Rio de Janeiro. A única pergunta que fica é: sem pé-de-meia, como se faz para pagar?

Partilhar

Um comentário:

JOSÉ VENUTO DOS SANTOS disse...

PARABENS, EXCELENTE, EU GOSTARIA DE ESCREVER ASSIM, POREM TENTO MAS NÃO SAI COMO EU GOSTARIA.

COMENTE EM MEU BLOG, EU ESCREVO ALGUNS TEXTO PARA REFLEXÃO PESSOAL.

www.venutoimpactodp.blogspot.com

vote no topblo 2011