Pular para o conteúdo principal

LET IT BE >> Carla Dias >>


Recolhe cacos, ajeita objetos, varre a sala de estar. Abre janelas, espana pó, espirra. Rinite, sinusite? Cansaço. Hoje: feriado. Amanhã: emenda. Depois, então: fim de semana. Quatro dias de descanso. Roupas lavadas, estendidas. Roupas recolhidas e passadas agora moram em gavetas perfumadas. As janelas precisam de banho. O jardim, terra remexida. Flores agonizam ao olhar de um sol escaldante. O cheiro de chuva invade narinas. A curiosidade dos vizinhos busca por enredos. Entrega a eles um aceno e um sorriso, que eles devolvem, gentileza encenada. Retira-se do quintal, endireitando o corpo ao chegar à cozinha. Espreguiçamento necessário para etapa seguinte. Pano de prato, toalha de mão, talheres expelindo som metálico. Água corre da torneira. Água despenca do céu. Lava, seca, guarda, engole um anti-histamínico e respira fundo. Próxima etapa: banho. Água quente derramada na cabeça. Xampu de camomila acalma pensamentos alvoroçados? Sabonete de açafrão, esfoliante corporal caseiro. Condicionador hidrata desejo ressequido? Escuta alguém cantarolar Let it be, ao passar pela janela do banheiro. Cantarola, mentalmente, os itens do supermercado, entoa: ok, ok e ok. Pés descalços no chão limpo-que-só de uma sala de estar impecável. Passos condutores de volta à cozinha. Come 1 fatia de pão de forma 7 grãos. Bebe 200ml de suco verde. Pensa em sorvete de passas ao rum. A prima diz que ela não sabe sonhar requintado: trufas de passas ao rum. Pensa em pecado: pão de queijo e café fresco. Acende incenso e abajur. Apaga as luzes da casa. quase meia-noite. Escova os dentes e se deita. Fecha os olhos, hora de dormir. A música não para de tocar na sua cabeça: Let it be. Duas e cinquenta da madrugada: levanta-se. Abre o armário de roupas: separar por cores? Suéter, camisa, camiseta. Vestido de festa já não se agrada de seu corpo: doação. Quatro e trinta e cinco: rinite, cansaço, insônia. Uma dose de uísque. Escuta os vizinhos e seus barulhos de quem está com preguiça de se levantar.

Ainda terá três dias de descanso para preencher.

Let it be.

Let it be.

Let it be.

Imagem: Flaming June © Frederic Leighton | Museo de Arte de Ponce

carladias.com

Comentários

Albir disse…
Queria que você tivesse narrado os outros três Dias, Carla!
Camila disse…
Senti como estivesse contando minha história,senti uma vontade imensa de voltar morar sozinha, descreveu cada detalhe que amava, até o sorvete de passas ao rum? Isso é demais...
Gostaria de ler mais sobre mim!
Zoraya Cesar disse…
Xampu de camomila acalma pensamentos alvoroçados? Condicionador hidrata desejo ressequido?

Carla, Carla, vc é um espetáculo!