Pular para o conteúdo principal

sobre bruxas e pintoras >>> branco


bruxa de pele sensível
você não foi a minha primeira escolha
mas por ser a última
prova que todas as outras estavam erradas

seu rosto sujo de tinta
e o pincel em sua mão
mostram que você é a artista
e enquanto pinta suas telas
pessoas falam e carros buzinam lá fora
formando outro quadro
o da cidade e seus problemas
mas volto a você
eu - o poeta - parado em pé
próximo da porta
observando você deslizar por entre os cavaletes

bruxa de rosto feliz
ainda não sabe
que a cada sorriso me mostra que o mundo
- aquele mesmo - lá fora
pode ser mais bonito

nós não sabemos
quase nada dos mistérios da vida
mas compartilhamos o pouco saber
e gargalhamos em nosso aprendizado

e finalmente quando nos deitamos 
- abraçados - 
 só nós podemos nos ouvir
palavras sussurros 
- ternuras e gentilezas - 
 você coloca a cabeça no meu ombro
para um descanso do amor
- em estado de perfeita paz - 
ainda sem perceber
 que seu quadro mais belo está terminado
pois com sua pele toque alma e espírito
pintou minha vida com tons alegres e vivos
e em tom alaranjado reacendeu meu velho sol interior




ilustração de Ana Betsa
publicado originalmente no livro 7





Comentários

Anônimo disse…
despretensiosamente belo.
Anônimo disse…
Excelente meu amigo!como sempre uma ótima maneira de começar a semana! Bom dia! E uma abençoada semana pra vc .grande abraço
Carlos Eduardo disse…
Gostei. A simplicidade, o encadeamento, a visualização. Como sempre fazendo a alquimia das palavras que culmina com o final absolutamente inspirado. Mais uma grande poesia.
Solange disse…
Parece que eu vejo a cena qdo vc escreve. Adorei!
Daniela Lara disse…
Lindo e original! Parabéns, Wilson!!!
Marcelo Belo disse…
SENSACIONAL... A pintura da Vida!!!
Acalentando sonhos e esperanças, buscando nas pequenas coisas um grande motivo para ser feliz...
Anônimo disse…
Este parece um retrato, gosto da narrativa e fechamento, simples e belo. Parabéns!
Marizete disse…
Bom dia amigo! É impressionante como vejo e sinto a cena enquanto você a descreve. Sensacional!
Anônimo disse…
Simplesmente iluminado !
Tereza Lima disse…
Consigo ver tudo. Você é um gênio.
Mauro disse…
O que dizer...o de sempre...show!
Ana disse…
Amo esse poema.
Sandra Modesto disse…
Adorei o texto. Um poema com musicalidade
Albir disse…
Possível bailar na sua pintura.
branco disse…
muito obrigado para todos os que vieram, leram, comentaram. parafraseando ...postar não é obrigatório, agradecer sim. muito bom veros amigos, amigos dos amigos, "desconhecidos" curtindo e elogiando, peço desculpas se não fiz o agradecimento para "meu madrigal", mas acredito que não se fez necessário. sinto-me feliz por estar , o tempo necessário, com vocês.
que seja pleno e abundante !
branco
Zoraya Cesar disse…
que declaração de amor mais linda!! enternecedor. alaranjou meu dia.