quarta-feira, 5 de agosto de 2015

AINDA SOBRE MÚSICA >> Carla Dias >>

Música pode ser delicada e também de protesto. Pode ter letra ou não, e neste caso, espero que os amantes de refrão se acomodem para apreciar o feito. Tem música regional que não sai da região e tem aquela que ganha o mundo. Tem músico que faz sucesso no bairro e aquele que faz sucesso em praticamente todos os bairros de muitos países.

Orquestra Filarmônica de Viena | Star Wars



Há tanta música nesse mundo. Você já deu uma escutada por aí?


All the Same | Vieux Farka Toure convida Dave Matthews
© Vieux Farka Toure e Dave Matthews




Além dos reality shows musicais, dos espetáculos grandiosos. Em tempo... Tenho nada contra espetáculos grandiosos, dos grandes palcos e milhares de ingressos vendidos. Mas garanto que já vi alguns tão grandiosos quanto  se não ainda mais grandiosos, em salas menores , até em sala de casa. 


Permitido | Kleber Albuquerque
© Kleber Albuquerque




Abaixe a câmera, deixe o clique e o record pra depois. Aprecie o show, a capacidade de estar presente.


Since I’ve Been loving You | Led Zeppelin
© Jimmy Page, John Paul Jones e  Robert Plant



Há muita música nesse mundo. Melhor não desaprendermos a escutá-la. Música não é somente trilha sonora para o nosso diariamente. É ótimo tê-la dessa forma  adoro trilhas sonoras , só que música também pede ritual.


Eleanor Rigby | Duofel
© John Lennon e Paul McCartney




Qual é o seu ritual para escutar música? O meu é escutar todas as noites, antes de dormir. Fazendo nada mesmo... Sendo somente ouvinte de música por algum tempo. E assim como em relação às pessoas, interesso-me por uma variedade de estilos musicais.


Travessia | Milton Nascimento
© Fernando Brant e  Milton Nascimento




Meus livros eu escrevo escutando música. A maioria dos personagens que crio é apaixonada por ela. Automaticamente, escutar música me leva a inventar histórias. (Clique aqui para ler um trecho de uma delas.)

A primeira música que se instalou na minha memória é uma que meu avô costumava cantar para a criançada lá de casa: “Acorda Maria Bonita / Levanta e vai fazer o café / Que o dia já vem raiando / E a polícia já está em pé”.


Acorda Maria Bonita | Volta Seca
© Antonio dos Santos (Volta Seca)



A primeira música que me fez chorar me aconteceu quando eu era muito jovem e foi cantada em um filme muito triste, “Sunshine  Um dia de Sol”. Eu tinha três anos de idade quando ele foi lançado. Hoje há muitos filmes com o mesmo tema, mas tenho certeza de que a combinação do filme com a canção é que o tornou memorável para mim.


Sunshine On My Shoulders | John Denver
© John Denver, Michael Taylor e Dick Kniss



As primeiras músicas que ofereci ao primeiro amor da minha vida, dando a ele de presente o compact disc (sim, eu sou daquele tempo), uma música de cada lado do disco.


Me & Bobby  McGee | Janis Joplin
© Kris Kristofferson e Fred Foster




Há música que mexe comigo e não consigo explicar o motivo. Não conseguir explicar o motivo já é um motivo e tanto para estar sempre aberta a escutar música.


Tesoura do Desejo | Alceu Valença
© Alceu Valença



Há música que cantei certa vez para uma das minhas sobrinhas, quando ela era bem pequenininha, e ela achou tão, mas tão linda que não parava de rir, mas de fascinação. Foi um daqueles momentos mágicos.


De tanto amar | Ney Matogrosso
© Chico Buarque



Aliás, adoro apresentar música às pessoas. Na época da fita K7, fui das copiadoras ferrenhas. Porque já foi bem difícil conseguir boa música para se escutar. Lembro-me de quando frequentava as barracas de discos Long Play usados lá em Santo André. Quando tínhamos de encomendar discos daqueles que viajavam para o exterior. Antigamente, por mais incrível que possa parecer, era difícil se escutar música.


Hocus Pocus | Focus
© Jan Akkerman e  Thijs van Leer



Há contos que escrevi inspirados pela música. (Clique aqui para ler um deles).

A música que acho das mais lindas já compostas.


Something | George Harrison
© George Harrison




Há muita, mas muita música boa nesse mundo. Dá até para escolhermos, o que não podemos falar sobre muitas coisas nessa vida.


First Light | Adam Hurst
© Adam Hurst




Partilhar

6 comentários:

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Gostei da Rádio Carla Dias. :)

Carla Dias disse...

Eduardo... Que bom :)

Zoraya disse...

hahah, Eduardo! Rádio Carla Dias é ótimo! Aprovado. Carla, vc um dia vai fazer a trilha sonora de um livro meu, sério. Aliás, me conta do Justified!

albir silva disse...

Carla, suas aulas encantam e viciam.

sergio geia disse...

Quer coisa mais deliciosa que uma bela de uma crônica com música? Viajei ontem. Na minha cama, com o not aberto, me deixando levar por esse passeio musical. E esse Kleber Albuquerque? Confesso que não conhecia. Coisa linda! Valeu!!!

Carla Dias disse...

Zoraya... Farei com o maior prazer ;) Justified? Sentindo a maior falta de Raylan Givens :(

Albir... Obrigada!

Sergio... Fico muito feliz que a crônica tenha lhe antenado a outros universos musicais. Tem tantas coisas boas por aí e que merecem ser descobertas pelas pessoas que apreciam música. E sim... O Kleber é demais!