terça-feira, 17 de junho de 2014

MAIS UMA OPINIÃO >> Clara Braga

Sabe qual é o real problema no final das contas? Pra mim, o problema é que nós somos muito bons de discurso e não muito bons de atitudes. Só que quem fala demais e faz pouco acaba tendo pouca coisa para contar sobre si mesmo, é ai que essas pessoas passam a cuidar da vida dos outros e falar das atitudes dos outros como se fossem os donos da razão.

Se vai ter copa ou não vai ter copa, sério que ainda estão discutindo isso? Na boa, está tendo copa e não está tendo copa ao mesmo tempo! Está tendo porque os jogos estão acontecendo, as pessoas estão torcendo, os gols estão sendo marcados e tudo mais que acontece em uma copa. Só que não está tendo porque se a ideia de ter copa no Brasil era esconder mais uma vez as besteiras políticas e deixar o povo feliz para votar sem lembrar de tudo de errado que aconteceu, não deu certo, desse ponto de vista, não está tendo copa! Ou seja, os dois lados têm argumentos e, se formos discutir sobre quem está certo e quem está errado, vamos ficar eternamente discutindo sobre isso, será que vale a pena?

Pode ser que o Brasil ganhe? Pode! Pode ser que seja tudo combinado para o povo ficar feliz? Pode! O problema é que o povo já não está feliz! Só que o povo não está feliz com o governo, e não com a seleção! Então, vamos parar de viver nesse mundo sem graça onde só existem dois lados de uma história e vamos entender que existem muitos outros caminhos que podem ser seguidos. Quem está assistindo à copa não é necessariamente um alienado! Existem alienados? Lógico que existem! Mas também existem alienados que não estão assistindo à copa, estão indo às ruas e não fazem a menor ideia do que estão fazendo lá. Assim como existem pessoas extremamente politizadas, que têm pura consciência de toda a roubalheira que aconteceu e acontece por trás da copa e outros eventos, mas que decidiu se manifestar durante as eleições e não durante a copa!

Acho que o que importa é estarmos informados, é sabermos que se a Globo for nossa única fonte de informação nós não saberemos nem da metade da história, é sabermos que nós é que escolhemos esses representantes e sabermos que nós temos sim que fazer nossa parte para que o país melhore, mas fazer nossa parte não significa desligar a televisão quando o Brasil entra em campo ou ir para a rua manifestar para contar para os colegas da escola no dia seguinte. Fazer nossa parte é muito, muito mais que isso! E acreditem, tem pessoas desses "dois lados" que estão jogando no mesmíssimo time e nem sabem disso.


Partilhar