domingo, 17 de abril de 2016

HISTÓRIA OU PIADA, SR. DEPUTADO?
>> Eduardo Loureiro Jr.

Tem aquela história do médico que dizia para os pais gestantes que o bebê seria menino, mas anotava em sua agenda a previsão de que seria menina. Se, após o parto, os pais reclamassem que não foi menino, ele abriria a agenda e provaria que tinha dito que seria menina.

Tem aquela história de Deus criar o Brasil sem desastres naturais e, diante da reclamação de injustiça de um anjo, responder: "Espere até ver que tipo de pessoa eu vou colocar lá."

Tem aquela história da estrangeira que, após alguns dias no Brasil, comentou o que tinha achado mais interessante: "Aqui o sinal verde quer dizer siga. O vermelho, olhe para os lados e siga. E o amarelo quer dizer acelere."

Aquelas histórias se juntam na história de hoje: a da votação da admissibilidade de impeachment da presidente Dilma pelos deputados da Câmara...

Minha previsão é de que pessoas "daquele tipo" vão "acelerar". Mas registro aqui, em minha crônica agenda, a esperança de que a história de hoje seja apenas mais uma piada.

Partilhar

5 comentários:

Lilu disse...

Estamos precisando de um grande sinal branco que traga nossa simbólica e efetiva paz.

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Assim seja, Linda Lilu. :)

Carla Dias disse...

Complicado isso, não? Ainda assim, vou me agarrar ao fato de que a coisa é tão sem noção, que alguém vai conseguir botar ordem na bagunça, antes que ela tome conta geral, geral.

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Assim seja, Carla. :)

Zoraya disse...

Deus te ouça, Eduardo! E que nao seja uma piada de humor negro!