terça-feira, 14 de agosto de 2012

NÃO LEVE A SÉRIO >> Clara Braga

Estava assistindo a umas entrevistas com escritores diversos, e eles respondiam, em ocasiões diferentes, o que é escrever e o que os motiva a escrever. As respostas foram das mais diferentes e interessantes possíveis, mas duas me chamaram mais a atenção, não por serem melhores, mas porque me identifiquei com elas.

Um deles dizia que escrever é colocar uma palavra após a outra, depois outro complementa dizendo que, após colocar uma após a outra você começa a lapidar a fim de chegar até o ponto que te interessa, da forma que mais te interessa. E o outro dizia que escrevia para tornar a vida dele mais interessante. Tem resposta mais genial que essa?

Eu adoro colocar uma palavra atrás da outra, principalmente para falar sobre coisas que me aconteceram ou sobre coisas que eu penso. Mas não dá para falar de qualquer jeito, pra contar algo a gente tem que mudar nosso olhar sobre as coisas. Não dá para ver todos os acontecimentos como simples acontecimentos do cotidiano e contar como coisas bobas, que acontecem com qualquer pessoa. Tem que enxergar os acontecimentos como momentos únicos, momentos realmente interessantes, tão interessantes que você não pode nem guardá-los para si, você sente a necessidade de compartilhar isso com muitas outras pessoas.

E acredito que o que torna esse fato sobre o qual você resolveu escrever ainda mais interessante seja o fato de outras pessoas lerem e também acharem interessante, aí sim chegamos ao nosso objetivo e a missão foi cumprida.

É bem verdade que às vezes, para que seja realmente interessante contar e ler algo, a gente precisa aumentar um pouco a história aqui, um pouco mais ali, sem que se torne uma mentira, até porque, como diria Maria Gadu, “quando mentir for preciso, poder falar a verdade”, e se você mente sobre algo tornando isso interessante, quando descobrirem a verdade, já era, a história perde totalmente a graça.

Mas acho que é isso, todo mundo que escreve é um pouco mentiroso, não porque mente de fato, mas porque aumenta um pouco aqui e um pouco ali. Por isso, a todos que gostam de me ler, digo que acreditem em tudo que eu digo, mas não me levem muito a sério.

Partilhar

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei, texto bem claro e lindo!
Bj
Ceiça

Vicente Lima disse...

Agora é tarde já acrédito cegamente em você!kk

Zoraya disse...

Quem conta um conto aumenta um ponto. Se for bem escrito, então, beleza. Muito legal.