terça-feira, 8 de junho de 2010

A MINHA PRIMEIRA VEZ >> Clara Braga

Lá estava eu, chegando em casa em um daqueles feriados parados que mais parecem dia de domingo. Sem ter muitas preocupações, sem muito no que pensar, resolvi sentar na frente do computador pra checar meus e-mails. Quando abri lá estava, bem ali mesmo na caixa de entrada a oportunidade de ter a minha primeira vez. Eu não ia precisar nem fazer muita coisa, bastaria apenas que eu aceitasse o convite e pronto, a data já estaria automaticamente marcada. É isso mesmo, a proposta pode até ter chegado de surpresa e me pego desprevenida, mas minha primeira vez teria data marcada.

Antes mesmo de responder, eu já tinha em mim a idéia fixa de que eu queria que acontecesse, mas é normal ter dúvidas nesses momentos. Será que estou realmente pronta? Será que sou madura o suficiente para assumir essa responsabilidade? Se eu aceitasse, teria que ter em mente que, depois da primeira vez, teria que repetir a dose semanalmente sem deixar ficar sem graça, sempre tentando coisas novas... Ah, e é bom deixar bem claro, pode ser viciante! Bom, só havia um jeito de saber se eu daria ou não conta do recado, eu teria que topar e estar pronta no dia certo!

Já na hora de responder ao e-mail, foi instantâneo: bateu aquele frio na barriga que dá quando a gente quer que algo novo nos aconteça, mas sente a pressão de querer causar uma boa impressão logo de cara, afinal a primeira impressão é a que fica. E foi com esse friozinho gostoso na barriga que eu respondi ao e-mail dizendo que sim, eu topava com certeza fazer parte desse grupo de cronistas que escrevem pro Crônica do Dia! Seria um prazer, literalmente!

Espero não fazer feio perto dessas pessoas que eu já vinha acompanhando de perto como seguidora do blog, e espero também que ler minhas crônicas seja tão prazeroso para vocês quanto é para mim escrevê-las. E pra terminar a minha estreia eu queria dizer que eu bem que tentei fugir do clichê, mas às vezes para fazer com que todos entendam o que eu estou querendo dizer, só mesmo um bom e velho clichê: A primeira vez a gente nunca esquece!

Partilhar

9 comentários:

Carla Dias disse...

Clara... Seja bem-vinda ao clube dos cronistas que estão sempre achando que é a primeira vez... Que é a última... Que a outra vez não foi tão boa assim... Que a próxima será fantástica... Bjs!

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Seja bem-vinda, Clara!

Sam Green disse...

Adorei o texto. Vc é boa! Criativa!

P.S.: Pensei besteira com esse texto, mas foi gostoso! HAuhauaha.

albir disse...

Bem-vinda, Clara. Parabéns pelo texto de estreia. E não se preocupe com a angústia da primeira vez - ela agora é sua companheira.

Keith disse...

eu ri :D

fernanda disse...

Oi Clara!
Que bom que você está aqui e, agora, eu tenho alguém para partilhar a ansiedade do começo...rs
Beijos!

Clara Braga disse...

Oi gente!!
obrigada pelas boas vindas! Estou bem contente de estar nesse espaço com vocês!
Bom saber tb q não é o começo só pra mim! haha
Bjs

Anônimo disse...

adorei essa cronica; vc tem muitas ideias continue assim que vc chega lá.

cris disse...

ADOREI ENTRA NESSE BLOG
abraçosssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss.