Pular para o conteúdo principal

ela e o mar >>> branco



ela chegou de maneira tão suave e inesperada
como se fosse uma folha trazida pelo vento marinho
apontou para o futuro
e me mostrou o lugar
onde os sonhos repousam em espera
refletindo no ouro a luz do sol

nos transformamos em capitães de nossas vidas
nossa embarcação acarinhada pelas ondas
procurávamos novos destinos e na amurada
 uma improvável muda de dama da noite
cujo cheiro - algum dia - viria preencher o barco
que descansava na linha tênue entre o verde e o azul

conforme a viagem prosseguia
maravilhas foram vistas
corais de pérolas criaturas translucidas seres fluorescentes
e algas invisíveis tecidas pelas aranhas do mar
a única exigência era manter distância da terra firme
e da realidade da qual um dia fizemos parte

mas é sina sempre ter que ancorar
- antes tivéssemos naufragado -
e aquele mundo de pessoas curiosas
-chegando e falando ao mesmo tempo -
nos levou ao chão firme
e tudo nos causava estranheza

e assim
desta terra nunca mais saímos
e é aqui que vamos morrer
impossível não sentir desassossego
quando olho pela janela
e a vejo de costas na varanda
- com os cabelos já brancos - 
sei que seus olhos estão
marejados
mirando
o mar














Comentários

Salete Ortiz disse…
Lindo, lindo, lindo.....
Sérgio disse…
Que poesia mais linda Branco. O ritmo a conduz dentro de um lirismo único.
Marizete Martins disse…
Gratidão amigo! Por nos proporcionar um início de semana tão poético. Amei!!!
Anônimo disse…
Show!
Carlos Eduardo disse…
Magia pura. Uma bela história tão bem contada em poucas linhas. Só poderia ser do mago da palavras. Magico!
Anônimo disse…
Perfeito!

Parabéns

Elaine Franco
Carmen Lúcia disse…
Amei, viajei nesse mar...
Maria Nasaré disse…
Nossa...q lindo...viajei nesse mar...e hj com os cabelos brancos realmente os olhos marejam ao "ver" o mar da vida ...bjs meu querido amigo.
Mauro disse…
Quanta vidas nesse marejar. Bravo!
Saletti Bizarria disse…
Muito obrigada pelas emoções que me fez sentir.
Daniela Lara disse…
Quanta suavidade... Muito bom!
Rafa Pinheiro disse…
Navegar é preciso 👏
Anônimo disse…
Fantástico! Adorei!
Walter disse…
Sensacional!!... "antes tivessemos naufragado"... Adorei!!!
Camilian disse…
"conforme a viagem prosseguia
maravilhas foram vistas."

E assim é a vida.

Lindo pai ❤️
Sandra Modesto disse…
Sensação maravilhosa lendo o poema.
Solange disse…
Muito lindo e romântico.
Anônimo disse…
Como deixar de mergulhar em águas tão lindas. Toda a sensibilidade a flor da pele. Grande poeta em uma poesia maior.
Alcir
Zoraya Cesar disse…
Romântico, delicado, triste, poético. Tudo com maestria, tudo com amor, tudo com a profundidade d quem sabe do que está falando. Maravilhoso, como sempre e cada vez mais. E, além de tudo, nos faz pensar.
Albir disse…
Suave como a espuma e poderoso como as ondas, assim é o amor de Branco.
Nadia Coldebella disse…
Que lirismo!
Um texto assim, cheio de amor, faz a gente querer continuar amando.
Mais lindo ainda é o espaço amigo. Um lorde e uma lady...

Grande abraço!