Pular para o conteúdo principal

7 >>> branco

7


segundos  - é o momento -
minutos  - é daqui a pouco -
horas  - é tempo previsto -
meses  - é meta -
anos  - é objetivo -
séculos  - é história -
milênios - é arqueologia -

7

vidas  - é gato -
véus  - é dança -
maravilhas  - é estado de espírito -
quedas  - é ter existido -
vezes  - é perdão -
faces  - é poesia -
palmos  - é nunca mais -


Comentários

CLAUDIO RICARDO MARIOTTO disse…
Sensível, real... um excelente convite para meditar!
Mauro Luís Brito disse…
O encadeamento de ideias, a sequência entre a primeira e segunda parte, a ordem dos acontecimentos na segunda parte. Meu amigo, é para se pensar, no limite entre a poesia e a filosofia. Genial
Alexandre Silva disse…
Um clássico!!! Sucesso!!
Rita Moreira disse…
lindo Wilson...apaixonada pela sua escrita...isso na maior sinceridade...pq não sou de mimimi.. bjs
Anônimo disse…
Sem palavras meu amigo.. como sempre uma meditação incrível, e uma reflexão que os toca bem no fundo da alma!! Parabéns! Tenho esse livro presente de um amigo!! Que ganhei há alguns anos.
Irani Siqueira disse…
7 é um número forte, gostei muito da sua crônica, assim, como as anteriores também. Sempre criativas e inteligentes. Parabéns!
Carlos Eduardo disse…
O Mago e a alquimia das palavras. É de tirar o fôlego.
Luizão Nogueira disse…
Muito inspirado estais hj meu querido amigo..lindaa palavras..não desejo muito dessa vida..querer 7 vidas igual ao umeu gato é demais..maia de 7 palmos estou tentando ficar o mais longe possível. .kkkk..parabéns
Anônimo disse…
Cabalístico. Show!
João JC disse…
Bravo meu amigo,..
Perfeição é o que fazemos repetidas vezes!!
Forte abraço
Osmar Andrade disse…
Arrasou!
Unknown disse…
Mas que rodeio por toda a vida! Ótimo Branco!
Felix Chamorro disse…
Excelente! Branco, Abs.
Anônimo disse…
Bravo !!!!!
Rafaela Calil disse…
Uma das minhas preferidas do livro.
Genial!
Anônimo disse…
Que jeito leve para nos fazer refletir...
Zoraya Cesar disse…
Lord White, onde vc estava que só aqui no cronicadodia eu te encontrei? Espetáculo de concisão em poesia.
Albir disse…
Mínimo múltiplo comum.
branco disse…
as vezes me demoro para vir agradecer. não é falta de vontade, é falta de palavras mesmo. nunca vou me acostumar com palavras elogiosas, com as pessoas entendendo o que se passa nessa minha cabeça um pouco frenética. como eu disse faltam palavras, como alguém disse, "uma imagem vale por mil palavras". gostaria que vocês me vissem agora.
valeu !!!!