terça-feira, 26 de junho de 2012

SEGUINDO EM FRENTE >> Clara Braga

“Clara, quando seus antigos namoros terminaram, como você fez pra esquecer seus ex-namorados?” Essa foi a pergunta que um amigo meu me fez esses dias depois de terminar um namoro de quatro anos! O que eu respondi? Um monte de coisas que eu não sei se vão ajudar de alguma forma. Coisas como: Tenta não pensar nisso, arruma alguma coisa que você possa fazer para ocupar a cabeça, essas coisas que a gente fala, mas que sabe que são fáceis de serem ditas e difíceis de serem executadas. Mas, por favor, atire a primeira pedra quem não acha difícil ver um amigo nessa situação e não saber o que dizer, porque se é que alguém tem uma boa resposta para essa pergunta não hesite em me contar!

A verdade é que a melhor resposta que se pode dar, na minha opinião, é: Não tem nada que você possa fazer. Mas quem vai falar isso para uma pessoa que está sofrendo? Não dá, quando você vê um amigo nessa situação você só procura falar coisas que possam ajudar a amenizar a dificuldade do problema, mas volto a dizer, amenizar sim, ter a solução eu duvido!

Acredito que mesmo que o único jeito seja esperar o tempo passar fazendo com que você se acostume com a ausência da pessoa, acho que tem coisas que é bom a gente evitar fazer, por exemplo, acho que é bom evitar fica tendo notícias da pessoa, entrando no facebook, a gente sempre acaba descobrindo coisas não agradáveis, como saber que a outra pessoa já te superou e está em outro relacionamento enquanto você ainda está tentando se recuperar. Nossa, isso é ruim!

Ou então pensar que a única forma de esquecer o/a ex é se relacionando com a primeira pessoa que passar pela sua frente, ocupando a cabeça com uma nova paixão para solucionar tudo. Porém, como você ainda não esqueceu aquela pessoa de quem você realmente gosta, você começa a comparar as duas, a cobrar que a pessoa tenha atitudes que a outra tinha e assim o seu novo relacionamento também não dá certo. E o pior é que você começa a achar que você é o problema e que nunca vai encontrar alguém pra ficar ao seu lado.

Enfim, tem muitas coisas que você deve evitar fazer e outras tantas que você deve fazer para ocupar a cabeça e ser mais fácil passar pela situação. Mas fórmula mágica, algo que é certeiro e não falha, isso não tem, e qualquer conselho que qualquer amigo possa dar, na hora em que você está mal, parece besta e impossível de ser seguido, mas a verdade é que esses amigos só estão buscando uma forma de te verem menos triste. Se fosse possível, todo bom amigo teria aquele aparelhinho do MIB que apaga a memória e eliminaria os momentos ruins de um outro amigo para que ele pudesse então seguir em frente.


Partilhar

Um comentário:

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Clara, acho que essa crônica vai auxiliar bem o seu amigo, e outros leitores precisados. :)