Pular para o conteúdo principal

ODE À CESSAÇÃO >> Paulo Meireles Barguil

Quem jamais falou ou ouviu o slogan "Eu sou brasileiro e não desisto nunca"?

Reconheço a importância de valorizar a perseverança, a resiliência para alcançar os sonhos, não os abandonando quando surgem os primeiros obstáculos, desafios.

Há de se considerar, contudo, que o limite entre aquelas e a teimosia, por vezes, é ínfimo.

Para elucidar essa dúvida é necessário, continuamente, avaliar o que se acredita estar ganhando e perdendo, bem como as probabilidades desse cenário se modificar em diferentes prazos.

Uma decisão ponderada considera as análises elaboradas num prazo razoável, sendo esse atributo proporcional à magnitude da situação. 

O fracasso, entendido como o não alcance do desejado ou a não manutenção do alcançado, é uma questão de percepção, assim como tudo na vida.

Seja porque eu sou privado de algo quando ganho, seja porque eu consigo alguma coisa quando perco.

Uma autoestima saudável não pode ser refém de uma sentença carcereira.

É por isso que eu prefiro o lema "Eu sou humano e cesso de vez em quando..."!

Comentários