Pular para o conteúdo principal

NÃO CONTA PRA NINGUÉM >> Clara Braga

Acabaram as férias e eu voltei já precisando contar um segredo.

Mas antes de contar, é importante dizer que eu curti muito meu tempo de descanso e não foi enclausurada dentro de um quarto escuro com as pernas pro alto ignorando o mundo.

Viajei para ver o mar, e quando estava na praia fiquei em barracas que tinham donos com gosto duvidoso para música. Ouvi coisas que nem sei se posso chamar de música, mas ouvi. Fui também à praias mais distantes da muvuca da cidade, com estruturas chiques que tinham até palco com música ao vivo, e o repertório não foi divulgado com antecedência.

Durante as férias, andei de taxi e uber e não pedi ao motorista que sintonizasse em nenhuma estação de rádio específica, embora tenham me perguntado mais de uma vez se a música estava do meu agrado. Achei indelicado dizer que não e deixei a música rolar a gosto do motorista todas as vezes.

Fui a vários locais que tinham música ambiente, de restaurantes e shoppings até aqueles elevadores que tocam música quando fecham as portas e parecem sempre estarem sintonizados em uma rádio que só toca Whitney Houston e Celine Dion, aí fica todo mundo fingindo que não gosta, mas morrendo de vontade de cantar junto.

Talvez eu não tenha visto todos os vídeos que me mandaram nas redes sociais, até porque, como eu disse, estava de férias e ninguém merece passar as férias olhando whatsapp e redes sociais, mas ainda assim, vi alguma coisa.

Assisti televisão, pouquíssimo, ainda muito menos do que olhei rede social, mas acabei assistindo.

Ouvi bastante música no spotfy e juro que não foram só as playlists que eu mesma montei, ouvi também playlists aleatórias para ver se conhecia algum artista novo ou alguma música nova.

Enfim, basicamente o que estou tentando dizer é que durante todo esse período eu não me privei de ouvir nenhum tipo de música, mas como disse antes, preciso contar: não tenho a menor ideia do que é e como é a tal música da Jennifer!

O que me preocupa é que ainda não sei se isso é bom ou um grave sinal de alienação!  

Comentários

sergio geia disse…
Confesso que ouvi um ruído a respeito. Não tive curiosidade de seguir adiante. Tamojunto nessa alienação. Bem-vinda!