Pular para o conteúdo principal

10 VERGONHAS DUPLAS >> Eduardo Loureiro Jr.

Estou com vergonha de escrever esta crônica e tenho vergonha de ter vergonha.

Tenho vergonha de dormir enquanto outras pessoas trabalham para mim e tenho vergonha de lhes pagar um salário que eu mesmo não aceitaria se fizesse aquele tipo de serviço.

Tenho vergonha de ganhar dinheiro e tenho vergonha de gastar dinheiro.

Tenho vergonha de me vestir bem e tenho vergonha de ficar nu.

Tenho vergonha ao ser repreendido e tenho vergonha ao ser elogiado.

Tenho vergonha dos meus sonhos e tenho vergonha de invejar os sonhos realizados dos outros.

Tenho vergonha de olhar e tenho vergonha de ser olhado.

Tenho vergonha de dizer o que sinto e tenho vergonha de não sentir o que digo.

Tenho vergonha de escrever coisas bem específicas e tenho vergonha de estar escrevendo coisas genéricas.

Tenho vergonha de falar das minhas vergonhas e tenho vergonha de lhe perguntar: Quais são as suas vergonhas?

Comentários

Lilu disse…
Haver
Ego
A ver
Vergonha
albir silva disse…
Acho que eu acrescentaria mais vinte às suas dez.
Grato pela companhia, Lilu e Albir. :)
Zoraya disse…
Suas vergonhas são tão gentis, Eduardo, que tenho até vergonha de falar das minhas.