sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

SÃO E NÃO SÃO >> Paulo Meireles Barguil

— São Paulo? — indagou a moça.

— Eu, não! — respondeu o rapaz.

— Pensava que você ia para lá. 

— Estou, mas continuo não são.

[Microcrônica, com até 140 toques, inspirada nos microcontos do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, que tive o prazer de conhecer algumas pérolas no Museu da Língua Portuguesa]

Partilhar

Um comentário:

Thiago Eduardo disse...

A crônica traz um aspecto de controvérsia entre a fala da moça e o entendimento do rapaz. Que interpreta de forma equivocada a pergunta formulada pra ele, captando um sentido totalmente adverso ao esperado pela senhorita. O mesmo compreende a pergunta com o sentido de estar sendo questionado sobre seu grau de santidade, enquanto a moça estava apenas querendo saber se o rapaz iria para São Paulo.