terça-feira, 1 de outubro de 2013

NÃO DÁ PARA EVITAR >> Clara Braga


Vocês já repararam que é quase impossível passar um dia inteiro sem ouvir uma música que seja? Tá, talvez uma música inteira seja até bem possível, mas sem ouvir pelo menos partes de uma música é quase impossível. 

Se você entra no carro, logo liga o som. Tudo bem, você pode ligar o rádio para ouvir suas notícias, mas aquele cara do carro do lado não quer nem saber se você está prestando atenção nas notícias ou não, ele para bem do seu lado no sinal, abre os vidros e compartilha em alto (bem alto) e bom som aquela música que ele está ouvindo, e ainda acompanha cantando aos berros (quem nunca fez isso deveria experimentar, é uma experiência quase terapêutica). Nesse momento, lá está você ouvindo uma musiquinha de tabela.

Tudo bem, ai você pode dizer que fecha os vidros do seu carro, liga o ar condicionado e aumenta o seu som, para não ter que ouvir aquela música horrível que o sem noção do lado está ouvindo sem perceber que está atrapalhando o seu momento de se atualizar. Mas minutos depois você chega no seu local de trabalho e pega o elevador, que está sintonizado quase sempre em rádios como Antena Um. Essa é outra experiência super recomendável, sempre toca aquelas músicas que todo mundo finge que não gosta, mas que sabe a letra todinha, tipo I will alway love you ou Always, vai negar que já cantou essas músicas? Pode ter certeza que nesse momento, dentro do elevador, todos estão se contendo calados, morrendo de vontade de cantar e, dentro do sapato, os dedinhos do pé estão batendo no ritmo da música!

Ai você vai me dizer que é uma pessoa fitness e não usa elevador, apenas escadas. Ainda assim, não adianta, em algum momento você vai passear com o cachorro e vai passar por alguém que está com o ipod tão alto que até você consegue ouvir a música, ou o seu vizinho vai treinar aquela música na guitarra ou no saxofone, ou então você liga a televisão e se depara com o clip daquela música que você adora, ou então você vai ao dentista e fica na sala de espera ouvindo aquelas músicas de relaxamento que disfarçam o barulho daquele maldito motor que mais parece que estão torturando o paciente.

Não adianta, eu poderia passar um bom tempo aqui apenas relatando situações nas quais você vai acabar ouvindo uma música, ou poderia ir mais distante ainda e falar que nem aqueles professores de música apaixonados pela profissão que dizem que tudo é música, o canto dos pássaros, o barulho dos carros e etc. A verdade é que na vida sempre tem aquelas coisas das quais a gente não consegue fugir ou evitar e, graças a Deus, uma delas é a música!


Partilhar

Um comentário:

Universo dos Leitores disse...

Que lindo Clara! Eu nunca tinha pensado nisso, mas realmente a música está em todo lugar... Ainda bem, afinal é um bom hábito!

Bjs, Isabela.
www.universodosleitores.com