terça-feira, 29 de outubro de 2013

FAVOR COMPARTILHAR ATÉ CHEGAR NA BEYONCÉ (PARTE II) >> Clara Braga


Mrs. Carter ou Beyoncé,

sim, sou eu de novo. Depois de escrever aquela primeira carta para você, senti que precisava te dar um retorno sobre como seria o show do Aerosmith. Como o show foi semana passada, aqui estou eu novamente para te dizer que, apesar de ter dito que eu espero que você volte à minha cidade, talvez seja melhor você esperar um tempo - um bom tempo - antes de vir novamente a Brasília. Pelo visto, construíram um local para que grandes shows viessem para cá, mas não prepararam pessoas para trabalharem nesses grandes eventos.

O som estava consideravelmente melhor, dessa vez eu consegui ser uma das pessoas que interagiam e cantavam junto. Mas como disse na carta anterior, dessa vez eu fui na pista, não sei como estava o som para as pessoas da arquibancada. Inclusive, acho que vou tentar descobrir, pois talvez seja o caso de também escrever uma carta para o Steven Tyler. Ainda assim, mesmo estando melhor, ainda estava ruim, um pouco abafado e embolado, não sei se existe um termo técnico para definir isso. Inclusive, teve um momento que não conseguimos reconhecer uma das músicas que foram tocadas, então decidimos usar nossa imaginação e concordamos que naquele momento ele estava fazendo uma homenagem a você cantando uma versão exclusiva de All the Single Ladies.

De qualquer forma, fiquei extremamente feliz de ter ouvido ao show além de visto, Aerosmith é realmente uma das melhores bandas de rock que existem e o show deles é maravilhoso. Aliás, você conhece o Steven Tyler pessoalmente? Acho que seria interessante um encontro entre vocês para trocarem figurinhas, ele revelaria o segredo para manter aquela voz incrível aos 65 anos de idade e você daria umas dicas sobre como obter e manter um corpo um pouco menos mirradinho… nada contra, mas o Joe Perry parecia ter saído diretamente daquele filme Convenção das Bruxas, já assistiu? Toda vez que ele tirava o colete, ou o chapéu eu lembrava daquela cena na qual as bruxas se reunem e começam a tirar as perucas, as máscaras e realmente se transformam em bruxas! Terrível!

Bom, mas deixando isso tudo de lado, deixa eu explicar porque o pessoal de Brasília não está preparado para shows grandes. Você acredita que em um estádio daquele tamanho, com diversos portões, eles limitaram a entrada de cerca de 25 mil pessoas a um portão? Claro que na hora que a banda de abertura começou a tocar uma grande parte do público ainda estava parado do lado de fora sem poder fazer nada. E o que mais dói o coração é que a banda de abertura não era uma banda qualquer, era Whitesnake!! Pense em um público que estava revoltado!

Isso sem contar que eles divulgaram que seria um show muito seguro, que as pessoas não precisavam se preocupar, mas na entrada tinha mais ou menos de 8 a 10 seguranças apenas revistando essas 25 mil pessoas, vai me dizer que não estava fácil fácil para alguém entrar com uma arma ou algo do tipo? Ninguém se quer abriu minha bolsa e meu namorado, para entrar, teve apenas que levantar a blusa! 

Bom, mas realmente pareceu ser um show seguro, não posso negar, não tiveram grandes ocorrências de roubo ou atos parecidos, a única coisa que assusta é que a única pessoa que eu vi comentar ter sido roubada, posteriormente encontrou o aparelho celular sob a posse de um dos policiais que fazia a segurança do lado de dentro do show, parece até mentira né?

Agora, sabe o que mais dá medo? É que se foi essa confusão com 25 mil pessoas, imagina a confusão que não vai ser na copa! Você não está pensando em vir, está? Se estiver, recomendo repensar a ideia. Eu estou pensando em fazer uma viagem para fora do país nessa época e ficar bem longe de toda a confusão, alguma dica?

Bom, mas vamos torcer para que até lá as pessoas já estejam mais preparadas para lidarem com grandes eventos, eu mantenho contato e assim que as coisas melhorarem por aqui eu te aviso, ai você marca um novo show, um show onde todos vão te ouvir, vão participar, vão conseguir entrar com calma e vão poder de fato se sentirem seguros lá dentro.

Enquanto isso, Brasil, vamos tentar manter em mente aquela pequena frase que ficou estampada em todos os telões do show durante a apresentação do Aerosmith quando eles mostraram a bandeira do Brasil: Ordem e progresso! Mesmo que para alcançar a ordem seja preciso, antes, causar a desordem.


Partilhar

Nenhum comentário: