terça-feira, 15 de outubro de 2013

FELIZ DIA, PROFESSOR! >> Clara Braga


Eis que o dia do professor também cai em uma terça! Engraçado como ultimamente as datas comemorativas vem caindo nas terças, até meu aniversário caiu em uma. Mas, o que teria para se falar de um dia tão importante como hoje? Talvez a primeira coisa a se dizer seja que hoje deveria de fato ser muito importante para todo mundo, deveria ser o dia que cada um lembraria de valorizar o trabalho de um bom professor e a educação que recebeu. Aos poucos, essa valorização seria tão comum que nem precisaria mais de um dia, todos os dias seria o dia do professor e aí sim a gente ia ver quantos bons professores também iam começar a surgir.

Eu sou suspeita para falar, optei por seguir a carreira inspirada na minha mãe e na minha madrinha. E ao longo dos meus estudos, consegui perceber que o melhor professor é aquele que nunca para de estudar e que, principalmente, não tem medo de aprender com seus alunos. Tem que ter humildade para assimilar o conhecimento que hoje em dia vem de todos os cantos e de todas as pessoas, até aquelas que a gente acaba julgando não saberem de nada.

Ontem mesmo eu estava assistindo televisão e vi a história de uma menina que morreu após esperar muito tempo por um transplante de rim. Tirando o fato dessa história ser extremamente triste, principalmente por ela ser muito jovem - aliás, aproveito para acrescentar que pessoas muito jovens e idosos não deveriam NUNCA ter que passar por certos tipos de situação - tem também um lado muito bonito. Carol, a menina, já estava com a audição comprometida, então, com a ajuda do programa, pediu a doação de um aparelho auditivo, pois sua família não tinha condições de comprar um. Ela ganhou o aparelho, mas não parou por aí, pediu para que outras clínicas, que também estavam se disponibilizando a doar o aparelho, que doassem para outras pessoas que também estivessem tão necessitadas quanto ela.

Uma jovem, no auge de uma doença que ela sabia que poderia leva-la à morte, e levou, que não foi ajudada por pessoas que talvez pudessem doar um órgão para ela, pensou em ajudar tantas outras pessoas que ontem, após terem confirmado sua morte no programa, foram vistas recebendo seus aparelhos auditivos e tendo a oportunidade de uma vida melhor.

Eu amo artes, mas muito mais do que ensinar artes eu quero ser uma professora que ensina seus alunos a serem pessoas como essa Carol, que pensam no próximo, que ajudam quando podem. Não estou falando que todo mundo tem que comprar um aparelho auditivo para doar, ou tem que ser doador de órgãos mesmo não achando que essa é uma boa ideia. Eu to falando que as vezes a pessoa que está logo ao nosso lado está precisando apenas desabafar e a gente, muito ocupado com os nossos próprios afazeres, acaba virando as costas. 

Professores que dominam suas respectivas disciplinas e transmitem o que sabem para seus alunos, eu sei que tem aos montes. O que eu sinto falta são professores e pessoas interessadas em ensinarem os jovens a serem humanos!

Feliz dia do professor!


Partilhar

Nenhum comentário: