Pular para o conteúdo principal

NOVOS SIGNIFICADOS >> Clara Braga

Por muito tempo confesso que não entendia muito as mães que faziam questão de comemorar os primeiros aniversários dos filhos com uma festa muito cheia de detalhes, já que eles nem se lembrarão desses dias.

Por muito tempo me perguntei: para que escolher um tema, correr atrás de decoração, gastar uma grana enorme para fazer algo que o bebê não vai lembrar e, muito provavelmente, não vai nem aproveitar!? 

Mas, o mundo dá voltas, e essa semana estava eu finalizando todos os mínimos detalhes da festa de 2 anos do meu filho! Mínimos detalhes mesmo, pois é o segundo ano que faço questão de me encarregar de toda a decoração.

Realmente, meu filho só vai ver registros do que foram as duas primeiras festas de aniversário da sua vida, mas sejamos sinceros, esses primeiros anos não são realmente só aniversário da criança, de uma certa forma é aniversário dos pais também! 

Quando meu filho nasceu, eu e meu marido tivemos que nascer de novo! Nunca tinha pensado em como ensinar alguém a dormir ou a comer - e isso para citar apenas o básico - e nesses ensinamentos diários estão os maiores aprendizados que tivemos nos últimos tempos.

Essa questão de aniversário ganhou um novo significado para mim, hoje acho que não importa a idade, de 0 a mais de 100, não importa, toda vida deve ser celebrada, pois a vida uma única pessoa é capaz de fazer com que várias outras parem, olhem para si e recomecem! Se isso não for motivo de celebração, então não sei mais o que pode ser!

Comentários

Fred Fogaça disse…
Toda celebração e tão essencial! Já há tantos motivos de não celebração que ver a oportunidade já tem que ser considerado.