Pular para o conteúdo principal

variações sobre tema já escrito (ou vento amigo revisitado) >>> branco

há tempos
éramos tão amigos
mas esta criança cresceu
ela agora se ajoelha e reza
perdeu a amizade com o grande Pai

livrando-me de todos os sonhos
para poder viver a realidade
nem mesmo o canto desse vento
me faz companhia
já não somos tão familiares

muitas eras passadas
em tão poucos anos
neste espaço - que antes era nosso -
vim apenas para me despedir

espíritos e deuses da floresta
percebo que ainda estão aí
pelo vento amigo que balança
as folhas das árvores
sou apenas o homem que observa
e percebe que perdeu o jeito

espíritos e deuses da floresta
sei que ainda estão aí
pelos movimentos quase imperceptíveis
entre os galhinhos e girassóis
sou apenas a criança que cresceu
e acabou perdendo o jeito

vente vento
venta ventando
desarrume meus cabelos
apascenta meu coração

Comentários

Carlos Eduardo disse…
Reli Vento Amigo e li esta. Duas visões que, apesar de antagônicas, se encontram na cura. Lá o que a oferece, aqui o que a busca e como não me canso de repetir, na magia das palavras, você é o mago que conduz, com sutileza, encantos e sobretudo a beleza. Vou reler novamente. Obrigado por iniciar minha semana com esta joia.
Anônimo disse…
Sem palavras...Lindíssimo
Wilson Alcantara Melo disse…
Obrigado por nos permitir começar a semana com essa bela reflexão. Que os ventos da bondade e calmaria nos conduzam nessa floresta de pedra chamada cidade!
Marizete disse…
Amo iniciar a semana com seus textos! Gratidão!
Daniela Lara disse…
Encantador... parabéns, Wilson!
Salete Ortiz disse…
Que coisa linda! Desarrume meus cabelos e apascenta meu coração. Me deixou sem folego.
Walter disse…
Belíssima reflexão!!! Que os bons ventos nunca nos deixe perder o jeito. A nossa criança fundamental!
Rita Moreira disse…
simplesmente show
Anônimo disse…
São em momentos como este que podemos afirmar que as palavras são poderosas. Pois trabalhadas por um artista sensível consegue de maneira aparentemente conflitante nos encantar. Parabéns! Você é um encantador de palavras.
branco disse…
mais uma vez agradecendo. mais uma vez trocamos o que tínhamos para trocar, eu, o que escrevo e vocês o dom de me fazer feliz. notei que alguns (a maioria ) dos que comentam, são pessoas que me seguem é que , infelizmente, não conheço pessoalmente, mas agradeço e da mesma forma agradeço outros que anonimamente estão sempre comigo. muito obrigado de novo e de novo.
Camilian disse…
Lindo, Pai!
Sou grata a Deus pelo seu talento com as palavras.
Eu te amo <3