TELA EM BRANCO >> Paulo Meireles Barguil

Para o pintor, tintas e pincel.
 
Para o escritor, de história e de música, lápis e borracha.
 
Para o professor, gizes e apagador.

Para todos, silêncio a granel.

Para todos, corpo em transe.

Para todos, inspiração e amor.

Humanidade que não os agradece é pinel.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

LUGARES ONDE NUNCA ESTIVE >> Carla Dias >>

Conceição >> Alfonsina Salomão

Vizinha Fake News >>> NÁDIA COLDEBELLA