domingo, 13 de dezembro de 2015

O REI >> Eduardo Loureiro Jr.

O Natal está chegando. Nos últimos dias, tenho recebido as mais estranhas notícias: separações, reprovações, internações... e isso para mencionar apenas as notícias pessoais, sem falar das notícias políticas que, pelo menos hoje, não me vêm ao caso.

Mas o Natal está chegando. O comércio tem esperanças de que seja um bom final de ano. As pessoas têm esperança de que o 13º salário renda. E eu tenho esperança de que Papai Noel, após distribuir os presentes, não volte com o saco vazio e aproveite para colher um tanto do lixo que ficará dos papéis de embrulho e das embalagens plásticas.

O Natal está chegando e mais um ano acabando. Eu olho para trás e me pergunto: Foi um bom ano? Sem conseguir uma resposta simples, tipo sim ou não, penso que talvez exijamos muito de nossos anos. Por que ele haveria de ser bom? Melhor pergunta talvez fosse: Fui bom este ano? Não sei se fui bom. Não tenho parâmetros para avaliar isso.

O Natal está chegando. É a culminância do anúncio de um anjo: "Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande; será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai. Ele reinará para sempre sobre a descendência de Jacó, e o seu reino não terá fim." É isto que, no fundo, comemoramos: a mais estranha das notícias, mais estranha ainda por ser tão boa.

O Natal está chegando e tenho sentido falta do anúncio de um anjo. Aprendi, desde menino, que todos temos um anjo, um anjo da guarda. Mais recentemente, aprendi que a missão de nossos anjos da guarda é que não passemos por nada que não devamos passar. Eles garantem que, seja o que for que nos aconteça, nós podemos dar conta. Podem auxiliar, se convocados, mas não podem fazer por nós aquilo que devemos nós mesmos fazer.

O Natal está chegando e eu me sinto como José e Maria, caminhando em busca de um lugar em que possa acontecer a mais estranha das notícias: o nascimento de um rei, um rei que não tem fim, um rei que não morre, um rei-nício.




Partilhar

2 comentários:

Lilu disse...

O Natal está chegando e eu só agradeço. Sim. Foi um ano muito bom. O coração em paz de um jeito que nessa vida eu não havia ainda experimentado. E com você, Lindo, a esperança de um anúncio que pode transformar nossas vidas. Que Jesus seja em nós o Amor que vamos aprender a ser.
}{

Eduardo Loureiro Jr. disse...

Assim seja, Linda. }{