quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

A ZOEIRA NÃO TEM FIM >> Analu Faria

Há algum tempo, deixei de falar tanto de política. No bar, com os amigos, eu quero dizer. Porque em redes sociais, eu já havia desistido há mais tempo. Eu até fazia meus desabafos sobre isso no Twitter, no Facebook etc., mas percebi que era não só bobo como eu não sabia muito de política mesmo, para falar dela assim para muita gente. Depois vi que nem com meu círculo mais íntimo eu conseguia discutir direito sobre o assunto.

Agora, a zoeira… a zoeira é outra história. Na semana passada, o Brasil viveu, na política, emoções de novela mexicana — teve cartinha de amor e pancadaria (a carta do Temer e os golpes trocados entre deputados federais, na Câmara) e a Internet não perdoou. Digite #CartadoTemer na barra de endereços do seu navegador e divirta-se. Sobre a confusão da Câmara, menos zoeira, ainda assim, teve gente juntando as duas coisas para fazer piada, como a internauta que disse, no Twitter, algo como “o roteirista da política brasileira tá de parabéns: essa season finale tá cheia de reviravoltas”, referindo-se ao final de séries americanas que viraram febre no Brasil. Sem medo de ser feliz, ri de muitas dessas zoações, mesmo não “entendendo de política”.

Por mais que eu não me ache qualificada para discorrer sobre esse assunto, divirto-me com as piadas, porque acho que é deste tipo de coisa que a gente pode rir, no que diz respeito à vida dos outros: as manobras ridículas que “pessoas públicas” chegam a fazer para atingir seus objetivos. Essas brincadeiras que são feitas com a cartinha do Temer, por exemplo, estão longe de querer dizer que o Brasil não é um país sério. O que dá à nação esse título horrendo é menosprezar o poder destrutivo da corrupção na economia, é fazer piada da vítima de assédio ou de estupro, é ter um Plano de Aceleração do Crescimento e deixar o Brasil degringolar a ponto de viver uma recessão.

Além disso, acho que a zoeira até contribui para que muitos de nós fiquemos antenados com o que anda acontecendo na vida política do país. Aposto que tem muita gente que nem sabia quem era o vice-presidente do Brasil. Agora, sendo o maior alvo de piada neste fim de ano, Michel Temer é largamente conhecido. Pelo menos para quem tem Internet e usa redes sociais.

Sinceramente? Viva a zoeira.

Partilhar

Nenhum comentário: