domingo, 12 de julho de 2015

QUERIA, MAS NÃO QUERIA
>> Eduardo Loureiro Jr.

Mana a mana, Aqueia e Romana.

Romana queria, mas não queria. Aqueia não queria... mas queria.
Quer? Não. Mas que iam...
Queira! Quero não. Amariam, mas.

Amar o quê?

Querer anão. Meios quereres? Quereriam? Quis. Masoquis. Mas quão? O querer não queria?

Não queria suas mãos — aquário. Mas suas mãos queriam — másquomo, riquema, mônaqua — e aquariam um maná a mais: quiara, másquara, riqueria.

Esqriquiariam, esqriquiam, esqriquiarão...

Anarquia? Monarquia. O querer amansa quem não mais queria. Aqueia e Romana, mano a mano, quorum quora, riam. Que quereiria!

E quem quiser que queira outras mais...



Partilhar

2 comentários:

Lilu disse...

Eu quero.
.
Qual foi a origem-palavra?

Eduardo Loureiro Jr. disse...

As próprias palavras do título, Lilu. :)