terça-feira, 9 de agosto de 2011

UMA BOA POLÊMICA >> Clara Braga

Sala de espera de clínica ginecológica só não é pior do que salão de beleza. A clínica em que vou costumava ter só revistas de fofoca, então ficavam aquelas mulheres lendo as revistas, esperando sua vez de serem atendidas e comentando as últimas notícias das vidas dos famosos: quem passou final de semana na Ilha de Caras, quem foi fotografada na praia com namorado novo, quem está grávida... e outras coisas do tipo sempre eram assuntos em pauta.

Nessa minha última, consulta tive uma surpresa ao entrar na sala de espera. Agora, além das revistas de fofoca, lá tem também uma televisão, e acertou quem já imaginou que ela estava ligada naqueles programas de fofoca que dizem até qual é a cor da calcinha da celebridade que estava passeando na rua.

Uma vez que eu estava lá, e a consulta estava atrasada, entrei no clima. Acabei descobrindo que o mundo das celebridades só pode estar muito sem assunto. A polêmica da vez foi uma declaração besta que a Sandy deu em uma entrevista para a Playboy.

Bom, se a pessoa vai dar uma entrevista para a Playboy, para mim já é obvio que ela vai falar de sexo. Não precisa ser a entrevista inteira sobre isso, mas alguma coisa vai ter. Então ela diz: “É possível ter prazer anal”. E em cinco minutos o mundo está se perguntando o que aconteceu com a doce e meiga Sandy, "isso só pode ser culpa da Devassa, depois que ela fez a propaganda da cerveja ela se perdeu no mundo".

E então eu me pergunto: o que tem demais nessa declaração, pelo amor de Deus? Ela mesma ficou ofendida e disse que não foi exatamente isso que ela falou na entrevista, pois ela não fala assim da sua vida sexual. E então eu me pergunto novamente, em que momento ela falou da vida sexual dela? Será mesmo que qualquer pessoa não poderia ter chegado a essa conclusão só imaginando que se tem muita gente que faz é porque é possível? Sinceramente, não consigo achar nada polêmico nessa declaração, pelo contrário, achei muito boba e fiquei com pena da Adriane Galisteu, que tirou a roupa toda na capa da revista, mas não conseguiu chamar tanta atenção quanto a Sandy.

Realmente, acho que as pessoas precisam rever os seus conceitos sobre polêmicas. Polêmica é a doida que colocou veneno na merenda das crianças da escola em que trabalhava, é o bebê que morreu porque ficou esperando até poder ser atendido na fila do hospital. Tudo bem, isso tudo não tem nada a ver com celebridades, mas polêmica boa mesmo no mundo da fofoca seria se a Sandy não tivesse vida sexual mesmo depois de casada, aí sim dava pra sentir pena dela.

Enfim, que bom que não foi a Sandy que escreveu essa crônica, se não as pessoas iriam descobrir que ela vai à ginecologista e isso poderia ser o fim da sua carreira.

Partilhar

Um comentário:

Abner Martins disse...

Eu confesso que não vi nem ouvi essa declaração. MAs vi um chamado na página inicial do portal "Yahoo", há um tempinho, sobre o pai dela: "...Chitãozinho se indgna com declaração de Sandy." Nossa!, pensei, que declaração é essa? Nem dei importância e fui ver meus e-mails.

Sua crônica é excelente. Contudo, pergunto-me pq as pessoas dão importância para tal declaração. Será que ngm faz sexo, será que mulheres, minha namorada, minha mãe não defecam, soltam pum? Minha nossa, o dia que eu souber que elas fazem isso, vou ficar muito chocado.

Esse trecho foi legal: "..fofoca seria se a Sandy não tivesse vida sexual mesmo depois de casada, ai sim dava pra sentir pena dela."

isso não seria fofoca, seria uma absurdo.

saudações

abnerlmesmo.blogspot.com