ALÉM >> Paulo Meireles Barguil

Há quem diga que ela é um círculo.


As estações da natureza se sucedem sem qualquer alteração.


Há quem declare que ela é um espiral.


As descobertas científicas avançam de modo imprevisível.


Dentro de círculos e espirais, que ecoam infinitos sons, a Humanidade, e tudo o que no Universo há, dança.


O além?


Estamos aquém de entendê-lo, embora nos dediquemos a isso.


Amém!

Comentários

Zoraya Cesar disse…
Paulo, uma beleza minimalista essa sua! Dança! Não foi em uma de suas obras que Nietzsche disse não acreditar em um Deus que não dança? Nossa, me apaixonei por essa sua.

Postagens mais visitadas deste blog

ESTRELAS E TROVOADAS NO MONTE - final >> Albir José Inácio da Silva

CHICO- ARTISTA BRASILEIRO >> Sandra Modesto

NÃO SAIA DAÍ >> Carla Dias