ENERGIA >> Paulo Meireles Barguil

Ontem, a energia estava oscilando.

O estabilizador não parava de piar.

Mas eu continuei a trabalhar no computador.

Hoje, uma fase caiu.

O dispositivo não ligou.

E eu corri para escrever a crônica no notebook, que está descarregando.

É por isso que o final desse texto será brusco, assim como a vida de muitas pessoas.

Comentários

Carla Dias disse…
Paulo, acho que o final foi dos melhores, assim como a existência de muitas pessoas.

Postagens mais visitadas deste blog

A CORUJA >> Sergio Geia

A CASA DO VIZINHO >> Sergio Geia

RESGATE DO PASSADO parte 2 - UMA AVENTURA DO DETETIVE SEM NOME >> Zoraya Cesar