quinta-feira, 18 de agosto de 2016

CORRA, TEMPO, CORRA! >> Mariana Scherma

Por alguns motivos, eu ando ansiosa que, olha, desnecessário. Já apareceram quatro fios de cabelo branco extras, alguns chocolates da dispensa foram parar na minha boca em um momento de insanidade, o foco se perdeu, o chão parece ter sumido, sei lá... Dias ruins todos temos, expectativas ruins também. Felizes são aqueles que não sofrem por antecedência. Sinto inveja de vocês. O reino dos céus é todo de vocês, que andam por aí leves e com zero encanação. Das minhas tentativas de relaxar, já foram feitas...

Muita natação. Muita mesmo. Com um sem fim de chegadas borboleta pra cansar o corpo. Mas a alma seguiu inquieta. Maldita alma sem fôlego.

Faxina na casa. Tem aquela história de feng shui que diz que, ao arrumar espaços, você traz mais paz pra sua vida. Arrumei e limpei tanto que dava pra comer no chão e sigo igual. Não entendo nada de feng shui, moral da história.

Pintei as unhas. Pra mim, é mais fácil ser feliz de unhas coloridas. Sigo ansiosa, mas pelo menos com as unhas bonitinhas. Um toque de beleza em um corpo descontrolado, ué.

Liguei para todas as pessoas que amo pra dividir eu desespero. Meu desespero não reduziu, só deixei as pessoas incomodadas com meu problema. Sou uma ansiosa egoísta, confesso.

Enchi os carrinhos de compra dos sites que gosto de coisas que não precisava. Saí sem comprar um item. Pelo menos, sou uma ansiosa mão de vaca.

Escrevi textos mentais de muitos desaforos para as pessoas que precisavam ouvi-los. Depois desisti. Sei brigar muito bem na minha cabeça, mas só no imaginário mesmo.

Torci para o futebol feminino. Elas não chegaram à final. Torci para o handebol, mesma coisa. Para o vôlei feminino, idem. Ansiosa and pé frio. Desculpa, Brasil.

Li um monte, até que vi que virava as páginas e não absorvia o conteúdo. Palavras em português na minha frente eram como palavras tchecas: impossível entender.

Lembrei-me do que minha mãe sempre diz “ansiedade assim só vai deixar você velha e feia”. Concordei. Mas talvez só consiga ter essa segurança quando for velha e tiver perdido a conta dos cabelos brancos.

Agora, reviso esse texto com um chá de camomila do lado. Chá de camomila para essa alma enlouquecida? Faz me rir!


Deixei meus problemas na mão do universo, melhor. Mas vira e mexe tento entrar em contato com o universo pra saber o que ele decidiu. Por favor, tempo, passe logo.


Partilhar

Nenhum comentário: