A FESTA >> Clara Braga

Você tem vários sonhos, mas não é muito de fazer planejamentos detalhados. Você faz o que está ao seu alcance e espera o que tem que acontecer, acontecer. Admiro essa coisa que você tem de simplesmente acreditar que na hora certa as coisas vão acontecer. Eu até acredito também, mas a ansiedade de não saber quando é essa tal hora certa, estraga tudo. Aliás, você é uma das poucas pessoas que realmente acreditam tanto na “hora certa”, que não se deixam abalar pela ansiedade.

Comemorações com aglomeração também nunca foram seu forte. Mas, antes dessa loucura toda de pandemia, você me contou um desses seus desejos: comemorar seus 40 anos com uma festa especial, que você já tinha em mente até o tema que seria. Me surpreendi - e até hoje acho que foi uma piada, mas como eu gostei da ideia, decidi levar à sério-, acho que nem você lembra quando foi a última vez que fez festa de aniversário.

Aí, veio o corona e acabou com a ideia (que já era mais minha do que sua). Então, eu disse que esse ano, nós compensaríamos a não festa do ano passado. Amanhã já é seu aniversário de novo, e seus 4.1 vão ficar sem a tal festa de novo. Eu diria que Murphy está de sacanagem só porque finalmente você iria topar fazer uma festa (ia topar mesmo?), mas você provavelmente vai dizer que não rolou porque não é pra rolar. Quando for a hora, a festa sai.

Como eu não gosto dessa coisa de esperar a tal hora certa e também não acho prudente fazer planos pro ano que vem, quero fazer uma proposta: que tal deixar sua festa do He-man para os 45?!?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

LUGARES ONDE NUNCA ESTIVE >> Carla Dias >>

A NOVIDADE >> Sergio Geia