E O VALOR DA ARTE? >> Clara Braga

Já esconderam, queimaram e tentaram exterminar documentos. Assim que uma forma de facilitar o acesso à informação surge, buscam logo uma forma de dificultar de novo.

Tem muita gente que não quer que as pessoas se informem. Eu sinto dizer, mas não adianta, a essa altura as pessoas já decoraram as letras das músicas de Caetano, Gil, Chico, Emicida e tantos outros.

E para quem acha que pode controlar livro didático, eu digo que a literatura vai além. Seja livro de história propriamente dito, romance ou biografia, não importa, a história está ali. E se quiserem queimar os livros e proibir a música, não tem problema, atuamos a história.

Seja no teatro ou no vídeo do youtube, seja no documentário ou no longa metragem, seja para fazer rir ou para fazer chorar. Quantas histórias caladas em vida já não ecoaram nos cinemas?

A arte incomoda!

Ela incomoda pois dá voz. E ela dá voz a quem questiona.

Ela está na parede do museu e também na rodoviária. Na casa do ricaço e nos muros da favela. No iphone e no radinho de pilha.

A arte salva!

Ela te salvou do tédio da quarentena, mas ela também salva vidas.

A arte salva pois é ela que não deixa a realidade nos engolir, pelo contrário, é com ela que mudamos a realidade.

Comentários

Sandra Modesto disse…
Viva a arte! Viva a crônica da Clara.
Anônimo disse…
Como um grito precisamos da arte! Parabéns Clara pela crônica, adorei a live. Legal conhecer um pouco dos escritores.

Postagens mais visitadas deste blog

APENAS UM RETRATO >> Sergio Geia

OK? >> Sergio Geia

CONFORTO >> whisner fraga