terça-feira, 23 de julho de 2013

BEM VINDO, PAPA >> Clara Braga

Essa visita do Papa está dando o que falar! Quem nem liga pra essas coisas estava ligado na televisão acompanhando cada passo. Comentaram sobre a desenvoltura dele ao descer as escadas do avião (invejável mesmo, nem eu desço escadas de avião tão rapidinho), comentaram sobre as pessoas que ele cumprimentou logo ao chegar, falaram de toda a sua rota pelo Brasil, comentaram sobre as manifestações, inventaram que elas eram contra a vinda do Papa e, claro, comentaram sobre ele andando com o vidro do carro aberto!!!

Confesso que essa também me assustou. Não o fato de ele andar com o vidro aberto, mas o fato dele dispensar o uso de carros blindados por considerar isso um luxo. Uma das coisas que eu mais admirei nesse Papa foi a simplicidade, mas confesso que considero carros blindados uma questão de segurança e não de luxo. Até o Papa João Paulo II que era todo carismático e amado por todos acabou sendo alvo de tiro, é algo a se considerar não é? Do jeito que o mundo anda doido, não duvido nadinha que um ou uma perturbada tente matar o Papa.

Fui conversar sobre isso com uma amiga minha e ela, que é muito cristã, me falou que entende e concorda com a atitude dele, pois quem acredita em cristo acredita no destino que ele preparou para nós, e que se não for para acontecer algo com ele, então não vai acontecer. E se for acontecer, essa pode ser a vontade de cristo, então aceitemos o nosso destino e as provas que nos são colocadas.

Ainda não sei o que penso sobre isso, mas confesso que achei bonito. Acho que falta no mundo pessoas assim, não digo só pessoas que acreditam no poder superior, mas pessoas que acreditam, e só! Hoje em dia desconfiamos tanto de tudo que não confiamos mais nem em nós mesmos, é incrível! Eu mesma sou muito desconfiada, e considero isso um defeito meu... Mas confesso, por mais confiante e crente que eu fosse, acho que se eu pudesse evitar um susto com um carrinho blindado, acho que eu evitaria. Confiança assim acho que só o Papa mesmo... e minha amiga.


Partilhar

Nenhum comentário: