terça-feira, 9 de julho de 2013

É TUDO COMPRADO!!! >> Clara Braga

Agora tudo aqui no Brasil é comprado! Desde resultado das campeãs das escolas de samba a jogo de futebol, tudo é comprado! Até pouco tempo só se falava no tal jogo do Brasil contra Espanha que foi comprado para abafar as manifestações, e o pior é que nesse ai eu acredito fielmente que foi comprado mesmo. Agora, a polícia está atrás do apostador que ganhou rios de dinheiro porque sabia que Anderson Silva perderia a luta, ou seja, foi comprada também!

Sobre a luta eu nem consigo emitir opiniões, pois não entendo absolutamente nada de luta, mas vi que os comentaristas do Sport TV ficaram arrasados com o resultado e todo mundo agora só faz criticar a atitude arrogante e desnecessária do lutador. Não há mesmo quem não se irrite com uma pessoa que só faz gracinhas e fica tirando sarro da sua cara, mas na minha opinião isso chama-se estratégia, alguns se irritam tanto que desconcentram, erram nos ataques e é aí que o arrogante ganha, como vinha ganhando há anos e todo mundo achava genial a forma como ele lutava. O problema da tática de se gabar demais é que quando você perde fica feio, parece que você foi desrespeitoso.

E agora, enquanto as pessoas passam tempos e tempos se ocupando de criticar e questionar a atitude do Anderson Silva, ele se limita a dizer apenas uma coisa: tirei um peso das minhas costas! Gente, comprada ou não, o cara tá feliz, ele falou de forma super serena nas entrevistas, falou que agora vai ter tempo para a família, disse que fez a parte dele e que agora é bola pra frente. Ele realmente estava com um ar de quem estava tirando um grande peso das costas.

Outro dia durante uma conversa com meus colegas de trabalho, alguém questionou: mas então, o que realmente importa no final das contas? E eu disse: sinceramente gente, no final das contas eu acho que o que importa é ser feliz. O problema é que as vezes, quando a gente segue o caminho que nos vai fazer feliz, algumas pessoas que  discordam da nossa atitude ficam decepcionadas, e quando você é uma pessoa pública a quantidade de pessoas que você pode decepcionar rapidamente é mil vezes ou milhões de vezes maior.

Mas o curioso mesmo é observar que enquanto a gente se chateia, critica e tenta arrumar argumentos para justificar aquela atitude com a qual não concordamos, a pessoa que seguiu seu caminho já está lá na frente, apenas sendo feliz. Não é impressionante o tempo que gastamos cuidando de coisas que nem vão modificar nossa vida enquanto podíamos estar cuidando de sermos felizes?


Partilhar

Um comentário:

Conceicao Belo disse...

É...se cada um cuidasse de suas vidas não existiria a "fofoca". Ficamos sem saber o que aconteceu realmente neste caso. Belíssima crônica.
Bj
Ceiça