8M >> Clara Braga

Tentam nos convencer que o dia de hoje é sobre flores.

Nos chamam de guerreiras e nos dão parabéns.

Se você não viu nenhuma imagem da mulher-maravilha no seu feed, jogue suas mãos para o céu.

As clínicas de estética estão todas com promoções. Lipo, botox, harmonização facial e depilação à laser com preços super acessíveis, para você não deixar de se cuidar e continuar se sentindo mulher.

Se você nunca foi questionada do porque não se comemora o dia do homem, acredite, você é uma privilegiada sim.

Hoje não é, mas dependendo da publicidade que você vai receber, parece até que é dia das mães, afinal, ser mãe não é o sonho de toda mulher?

Soube de empresas que já organizaram um super café da manhã para receber as importantíssimas mulheres que fazem parte da equipe. Mas pediram que elas cheguem um pouco mais cedo para celebrar sem atrasar o expediente, mesmo que isso bagunce a rotina delas.

Aliás, essas empresas que colocam frases de efeito no quadro de avisos e enfeitam as salas com balões rosa, são as mesmas que não pretendem ajustar o salário das mulheres para que eles sejam iguais aos dos homens, nem planejam estudar políticas de suporte para as mães da empresa. Também já foram questionadas sobre os cargos para mulheres negras, mas não se abalaram, afinal, a Maria que faz a faxina é como se fosse da família.

É mulherada, estamos exaustas e o cropped definitivamente não teve o efeito esperado. Mas, antes de terminar, como o assunto é delicado, talvez seja bom deixar claro que parte do texto contém ironia. 

Dito isso, sigamos nossos caminhos, tenham um ótimo Dia Internacional da Luta por Direitos das Mulheres, quem sabe deixando o nome assim mais específico não fique mais fácil de entender o propósito desse dia.



Comentários

Nadia Coldebella disse…
Maravilhoso e muito pertinente teu texto! O seu texto pode contar ironias, mas o dia de hj está cheio de hipocrisias...
Zoraya Cesar disse…
Que tempos esses, em que temos de deixar claro que um texto claro (volto a me repetir e ainda corro o risco de me chamarem de trocadilheira infame) como o seu contèm ironias. A hipocrisia que subjaz nessas comemorações deixa qq uma estafada. Texto conciso e pertinente, Clara!
Alfonsina Salomão disse…
Muito verdadeiro este texto. Sempre que vou ao Brasil (acabo de voltar) me assusto com os padrões impostos às mulheres e as violências às quais elas se submetem para corresponder... outro dia vi numa dessas propagandas de e-mail um antes e depois de uma deputada (ou seria senadora) que me deixou tristíssima... mesmo ocupando um cargo importante a mulher sentiu que precisava de mil
Intervenções estéticas agressivas para estar bem...
sergio geia disse…
Temos muito a avançar, gerações, talvez, conforme dizem os estudos. Então precisamos de muita coisa ainda, inclusive de textos corajosos e que colocam o dedo na ferida como o seu.
Albir disse…
São lentos os avanços, e, muitas vezes, como agora, retroagimos.

Postagens mais visitadas deste blog

DIAS MELHORES >> whisner fraga

O MENINO DA MEIA PRETA >> Sergio Geia

O PAVÃO AZUL >> Sergio Geia