Pular para o conteúdo principal

VERÃO >> Paulo Meireles Barguil



"É verão
Bom sinal
Já é tempo
De abrir o coração
E sonhar"
(Roupa Nova, Canção de verão)

Os rodopios da Terra ao redor do Sol as ocasionam: outono, inverno, primavera e verão.
 
Apesar da sequência ser sempre a mesma, não há monotonia. 
 
Infindáveis aproximações e afastamentos proporcionam peculiares cenários.
 
Cada estação tem seu charme e sua fragilidade, o que possibilita e o que interdita.
 
A fartura de luminosidade nos convida a limpar, a abrir gavetas, portas e janelas.
 
Não é sensato mirar para a fonte da claridade, sob pena de danificar os olhos.
 
Agradecidos pelos mistérios da natureza e inspirados pelo esplendor e arome das flores, somos convidados a, assim como elas, distribuirmos as nossas belezas.
 
A luz é para todos!
 
Eles verão?
 

[Niterói – Rio de Janeiro]

[Foto de minha autoria. 13 de maio de 2010]

Comentários