terça-feira, 4 de abril de 2017

SELO "HOMÃO DA PORRA" >> Clara Braga

Bonito? Demais! 

Loiro? Sim. 

Olhos azuis? Não, mas são lindos do mesmo jeito pois combinam com todo o resto. 

Rico? Não, mas isso nunca nos impediu de fazer nada, diria até que é bom sair na rua sem a preocupação de saber que podem estar de olho na gente já que todo mundo no mundo sabe que ele é rico. 

Famoso e global? De jeito nenhum, e confesso que sair na rua no anonimato sempre foi algo que me interessou bastante. 

Chef de cozinha? Não, mas sempre faz pra mim as comidas que eu mais gosto de comer, afinal, de que adianta ser gourmet com uma pessoa que se realiza comendo abacate com sal? 

Lava roupa e louça? Sim! 

É bom pai? Estamos muito perto de descobrir, mas eu coloco minha mão no fogo sem medo. 

Faz crochê? Não, mas não vejo de que forma isso poderia influenciar nossas vidas.

É, parece que meu “Rodrigo Hilbert” não alcançou o tal padrão Rodrigo Hilbert de “homão da porra” que está rolando na internet e deixando alguns homens preocupados, afinal, como dividir o mundo com alguém que eleva tanto o padrão? Mas sinceramente, que bom! 

Vou explicar meu ponto de vista com três argumentos. Primeiro: o Rodrigo Hilbert não canta, toca e compõe como o meu, ou seja, perdeu pontos comigo. Segundo: eu duvido que ele conte as piores piadas do mundo que de tão ruins acabam ficando engraçadas. Menos pontos ainda. E terceiro, só para terminar, o primeiro dia que ele chegasse em casa dizendo: querida, cheguei para cozinhar essa rã que eu cacei ali no brejo antes de buscar as crianças na escola, eu pegava meus filhos, dava meia volta e ia comer no Mc’donalds.

Antes que digam que isso tudo que eu estou falando é discurso de mulher recalcada, entendam: não estou dizendo que o Rodrigo Hilbert não é um “homão da porra” nem nada do tipo. Ele é sim muito habilidoso e muito bonito, um verdadeiro homem multifuncional como estão falando por aí. Mas pra mim “homão da porra” é aquele que deixa e contribui para que você seja e se sinta cada vez mais uma “mulher do caralho”, mesmo que você não tenha metade das habilidades da Fernanda Lima.


Partilhar

Um comentário:

Ana Braga disse...

Ufa!!!! Eu te amo!!!!