domingo, 8 de junho de 2008

NOTÍCIA PRÉ-DATADA >> Eduardo Loureiro Jr.

Mauricio SimonettiDaqui a dois dias, a cidade de Recife se encaminhará até o aeroporto dela mesma e embarcará num avião rumo a Montreal. Irão com ela o estádio dos Aflitos, a praia de Boa Viagem, o Bar do Cabo, o Instituto Brennand e o Parque da Jaqueira. Irão também o maltado, o siri-mole e o guaiamum gigante; o mesmo valendo para o frevo e para o maracatu. Tudo irá na bagagem de um senhor de nome Felipe Holder, que terá que pagar excesso de bagagem. Quem quiser ir a Recife, de terça-feira em diante, terá que comprar passagem para Montreal. Os geógrafos, de plantão, já começaram a redesenhar os mapas do Brasil e do Canadá. Os sismólogos alertam para a possibilidade quase certa de fortes tremores no dia 10 de junho. Os meteorologistas prevêem muita chuva, inclusive salgada. Fiéis de todas as religiões já estão reunidos em vigília, pedindo a Deus que não aconteça um novo dilúvio e que a mudança aconteça com o mínimo de transtornos. Os demais veículos de comunicação estão evitando divulgar a notícia por temerem comoção e pânico públicos, mas o Jornal da Saudade, edição de terça-feira — sempre disponível no domingo à noite —, não pôde silenciar. (Não, não temos como antecipar o resultado da mega-sena acumulada porque o sorteio só acontecerá na quarta-feira e esse é um jornal de terça-feira, esqueceu?) Boa viagem, Recife! E, senhor Felipe Holder, quando retornar traga Recife de volta com você.

Partilhar

2 comentários:

Carla Dias disse...

Gostei por demais dessa crônica-bye-bye para Felipe Holder.

Que o Recife realmente se esbalde em Montreal.

Anônimo disse...

Edo,

Vc tem razão, quando a gente vai a gente leva. E quando a gente chega a gente traz. Espero que Felipe seja um bom marqueteiro e saiba vender muito bem "o Recife". Sabe, estou com saudades do Holder..rss...se vc diz que sente saudade eu também sinto...amigos dos meus amigos são amigos meus também.....bjosssssssssssssss