AOS MÁRTIRES COM CARINHO >> Albir José Inácio da Silva

 

Não é sem tristeza que cumpro o dever de solidariedade aos novos mártires na luta contra o mal. Mais uma vez se levantam as hostes inimigas infiltradas para perseguir os cidadãos de bem. E qual o pecado dos nossos heróis?

 

Alguns são perseguidos porque criticaram os poderes da República que sabemos infiltrados pelo comunismo satânico vermelho.

 

Outros apontaram fraudes no voto eletrônico daqui da mesma forma que denunciaram as manipulações no voto de papel dos Estados Unidos. Neste caso, e só neste caso, o que é bom para os Estados Unidos não é bom para o Brasil.

 

Outros, ainda, são perseguidos porque ganharam seu dinheirinho honesto divulgando suas verdades. Não as verdades comuns – ou sejam, comunistas – mas aquelas reveladas ao astrólogo e seus iniciados.

 

Agora estão na cadeia, usando tornozeleira eletrônica ou foragidos e caçados pela Interpol. É a luta do bem contra o mal. O armagedom é aqui, último bastião, depois que os vermelhos tomaram o poder pela fraude eleitoral na nação coirmã. Lá nossos irmãos tentaram resistir à posse do comunista, mas agora estão também presos como os heróis daqui.

 

Mas perseveremos! É só uma batalha, a luta continua! Avante, guerreiros! Vamos fuzilar a esquerdalha vermelha do diabo - como diz nosso líder, fazendo o sinal sagrado da redenção armada: polegar e indicador estendidos.

O inimigo não descansa. Verdade que temos um predestinado ungido no governo, mas isso não impede que as forças do comunismo estrutural, infiltradas em todas as instâncias desde o golpe republicano, sigam corrompendo os incautos e perseguindo os justos.

 

Enquanto a imprensa bolivariana segue livremente promovendo perigosas vacinas que inoculam o chip da besta e enriquecem os laboratórios de esquerda, combatendo os tratamentos tradicionais como ozônio retal, cloroquina, sangrias e sanguessugas, nossos legionários são encarcerados por crimes de opinião.

 

Enquanto as universidades vermelhas, mantidas com dinheiro público, ensinam sandices - como dizer que a Terra é uma bola pendurada no nada, ao lado de outras bolas que giram em volta de uma bola de fogo - nossos intelectuais conservadores precisam fugir do país para escapar da humilhação.

 

É assim mesmo a vida dos mártires, mas consola-nos saber que eles sentem prazer no sofrimento pelos seus ideais de libertação do planeta da opressão comunista.

 

Pode parecer que nossos heróis foram abandonados, mas não é verdade. O presidente precisa do seu tempo para fazer as coisas. Mas eles serão honrados.

 

Que os nossos bravos soldados desta guerra santa aproveitem a cadeia e o exílio para estudar as lições dos astrólogos e reverendos iluminados e melhor defender o uniforme da CBF!

 

Em breve, quando o grande líder finalmente fizer o que lhe foi autorizado pelos fiéis, eles retornarão em glória à sua pátria amada. Serão reconduzidos com louvor aos seus mandatos no parlamento, à sua presidência de partido e ao seu jornalismo de alta performance.

 

“Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça!”

 

Anauê!

 

                                                          ADVERTÊNCIAS

Aos distraídos: contém ironia!

Aos mártires homenageados: entendam literalmente para sua glória e regozijo.

Aos seguidores dos mártires: desconsiderem o aviso porque sua candidez não lhes permite mesmo compreender a maldade das palavras.

 

Comentários

Sandra Modesto disse…
Não faço parte dos distraídos. Ótima Crônica. Albir, arrasando na ironia.
Carla Dias disse…
Ah, Albir... A vida se mostra realmente complicada quando é necessário bula para explicar ironia. Aliás, muito bem utilizada no seu texto.
Zoraya Cesar disse…
Como dizia um amigo, a ironia não é para paladares incautos.
Nadia Coldebella disse…
Ironia é pouco.
Olha o que te define:

"Sarcasmo (do grego antigo σαρκασμός, "sarkasmos" ou "Sarkázein"; Sarx="carne", Asmo= queimarː "queimar a carne") designa um escárnio ou uma zombaria, intimamente ligado à ironia (muitas vezes essa ligação é feita graças a tragédia vivida da pessoa sarcástica em si em comparação a vida de outras pessoas de melhor sorte), com um intuito mordaz quase cruel, muitas vezes ferindo a sensibilidade da pessoa que o recebe. A origem da palavra está ligada ao fato de muitas vezes mordermos os lábios quando alguém se dirige a nós com um sarcasmo mordaz".

Pura soda cáustica nos olhos dos incautos. Nem preciso dizer que adorei, né?
whisner disse…
comunismo satânico vermelho! muito boa essa, muito boa! ironia nível hard. parabéns, belo texto.
Albir disse…
Obrigado, Sandra, Carla, Zoraya, Nádia e Whisner!
Paulo Barguil disse…
Uma sábia homenagem aos verdadeiros mártires: de ontem, hoje e sempre. Obrigado pelo texto, Albir!

Postagens mais visitadas deste blog

A FELICIDADE >> Sergio Geia

EM SÃO BENTO >> Sergio Geia

ENCONTRARAM-SE - Albir José Inácio da Silva