sexta-feira, 20 de julho de 2018

CHEIO >> Paulo Meireles Barguil

Pessoa estimada que chega de repente.

O sonho que se torna realidade.

O aconchego para sempre encontrado.

O riso que ruge.

Farelos que alimentam o faminto presente.

Partilhar

Nenhum comentário: